Opinião: A necessidade do networking entre instalações esportivas e seus gestores

O momento econômico do país tornou mais difícil de se gerenciar as instalações esportivas. Os aumentos nos preços dos produtos e serviços torna a manutenção e operação dos equipamentos cada vez mais complicada.

O que poderia ajudar os profissionais que fazem parte do setor?

Acredito que a resposta seja comunicação. É um grande clichê, no ambiente corporativo, que a falta de comunicação dificulta o andamento dos processos, mas, no nosso setor, esse problema é muito mais grave. A falta de acesso à informação e a novas tecnologias são algumas das principais dificuldades. Ainda não há comunicação e integração entre instalações.

Entender como aquele gramado consegue se manter em boas condições no período de inverno e como outros têm mais dificuldade, ou saber como determinado ginásio conseguiu reduzir as contas de água e energia são exemplos de como a troca de informações pode ajudar.

Poucos têm a ciência de que a Lei de Incentivo pode ajudar na reforma ou construção de uma instalação esportiva. E até mesmo na aquisição de novos equipamentos.

Procure conversar com outros gestores, fornecedores e seu público, ouvindo atentamente suas experiências. Os funcionários de atendimento podem dizer: “Os clientes ficam muito tempo na fila do bar. Não sabemos como diminuir o tempo entre o pagamento e a entrega do pedido”. Isso sinaliza um problema comum nas instalações, que outro gestor tenha passado pela mesma situação e já tenha uma solução.

É difícil ter acesso a essas informações ou contatos?

Busque por outros profissionais nas redes sociais. O LinkedIn é uma ótima ferramenta. Meus primeiros contatos com os grandes nomes do setor foram por meio dessa ferramenta. Outra dica é, quando viajar para algum lugar, tente visitar as principais instalações esportivas daquela região. Faça um tour técnico.

Melhorar o networking, trocar ideias, conhecer as dificuldades e sucessos dos parceiros são as chaves para a melhoria da gestão do setor e seus profissionais.

Kleber Borges é presidente da Associação Latino-Americana dos Gestores de Instalações Desportivas (ALAGID) e escreve mensalmente na Máquina do Esporte