arquivo

Copa Davis e Fed Cup de tênis adiam finais para 2021

por Redação - São Paulo (SP)
A
A
publicidade

A Federação Internacional de Tênis (ITF) divulgou, nesta sexta-feira (26), o adiamento das finais da Copa Davis e da Fed Cup, os dois principais torneios de tênis interpaíses do mundo, de 2020 para 2021. Assim como diversos eventos esportivos espalhados pelo planeta, as duas competições também foram afetadas pela pandemia do coronavírus.

publicidade

"Essa é uma decisão difícil a ser tomada, mas realizar um evento por equipes internacional nessa escala, garantindo a saúde e a segurança de todos os envolvidos, em última análise, representa um risco muito grande. É um empreendimento complexo e agora tomamos a decisão de fornecer segurança aos jogadores, associações nacionais e torcedores", explicou David Haggerty, presidente da ITF.

publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

A Fed Cup (feminina) já havia adiado as finais que seriam realizadas em abril na cidade de Budapeste, na Hungria. Agora, ficou confirmado que os jogos serão realizados exatamente um ano depois do previsto, entre 13 e 18 de abril de 2021, com as 12 equipes que se classificaram para o evento de 2020 mantendo seus lugares.

publicidade
publicidade

Por sua vez, a Copa Davis (masculina), que planejava realizar os jogos de qualificação em setembro, antes das finais em Madri, na Espanha, no final de novembro, também teve o calendário alterado. Agora, os jogos preliminares foram transferidos para março e setembro do próximo ano, com um evento final a ser realizado entre 22 e 28 de novembro de 2021. Assim como na Fed Cup, os 18 países que já haviam garantido seus lugares nas finais de 2020 serão mantidos para 2021.

publicidade

A decisão do postergamento surge na mesma semana do cancelamento do Adria Tour, torneio amistoso organizado pelo número 1 do mundo, Novak Djokovic, que foi interrompido após o próprio sérvio, outros três tenistas e membros do corpo técnico terem contraído o coronavírus. A competição não seguiu regras de isolamento social e permitiu público nas arquibancadas, além de ter organizado festas e promovido relações próximas entre todos os envolvidos.

publicidade
publicidade
publicidade

Vale lembrar que o tênis profissional está paralisado desde meados de março e só voltará em agosto. A WTA prevê retorno no dia 3 de agosto, enquanto a ATP pisará nas quadras novamente em 14 de agosto. Todos os torneios até o final do ano, no entanto, deverão ser realizados com portões fechados e respeitando todas as regras impostas pelas autoridades de saúde.

publicidade

Track&Field aposta na leveza e lança tênis para running