Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Basquete / Cartões colecionáveis

Após MLB, Fanatics fecha com NBA e substituirá Panini em 2026

Redação Publicado em 24/08/2021, às 12h35

Imagem Após MLB, Fanatics fecha com NBA e substituirá Panini em 2026
Reprodução

No final da semana passada, a Máquina do Esporte informou que a Major League Baseball (MLB) e a MLBPA (Sindicato dos Jogadores da MLB) encerrarão uma parceria de 74 anos com a Topps, empresa americana conhecida por fabricar cartões colecionáveis. Isso porque, a partir de 2025, a liga americana de beisebol se associará a uma nova empresa controlada pela varejista Fanatics, gigante do mercado esportivo on-line americano.

Nesta terça-feira (24), segundo o site The Athletic, foi a vez da National Basketball Association (NBA) e a NBPA (Sindicato dos Jogadores da NBA) fecharem um acordo com a Fanatics, que passará a ter as licenças exclusivas para a produção de cartões colecionáveis ​​da liga americana de basquete. O contrato entrará em vigor em 2026, quando for encerrada a atual parceria exclusiva com a Panini, que produz os cartões da NBA desde 2009.

De acordo com a publicação, a Fanatics chegou a um acordo que fará com que a NBA e a NBPA tenham participação acionária na nova empresa de cartões colecionáveis. Vale lembrar que, na semana passada, o site Sportico revelou a mesma coisa em relação ao acerto da varejista com a MLB e a MLBPA. ​​

Com o encerramento dos acordos com NBA e NBPA, a Panini fica apenas com contrato com a NFLPA (Sindicato dos Jogadores da NFL). No caso da Topps, a empresa mantém acordos de licenciamento com a National Hockey League (NHL) e a Major League Soccer (MLS). A mídia americana, no entanto, não descarta novos avanços da Fanatics para dominar todo o mercado de cartões colecionáveis esportivos entre as principais ligas do país.