Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Basquete / Patrocínio

NBA aprova uso de publicidade em uniformes de treinamento

Medida foi autorizada por proprietários das equipes e entrará em vigor em 2022

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 28/12/2021, às 11h08 - Atualizado às 11h10

Uniforme de aquecimento é um dos ativos da NBA que terão publicidade permitida a partir de 2022 - Reprodução / Instagram (@warriors)
Uniforme de aquecimento é um dos ativos da NBA que terão publicidade permitida a partir de 2022 - Reprodução / Instagram (@warriors)

A NBA aprovou o uso de publicidade nos uniformes de treinamento dos times. Segundo a ESPN, a liberação aconteceu na última reunião de proprietários de equipes da liga.

O uso de publicidade nos uniformes de jogo teve início em 2017 e foi renovado no início deste ano após gerar bom impacto nas receitas das franquias. Times localizados em grandes mercados, como New York Knicks, Brooklyn Nets, Los Angeles Lakers, Los Angeles Clippers e Golden State Warriors, fecharam contratos de cerca de US$ 20 milhões (R$ 112,8 milhões) para essa propriedade.

Esse valor é similar ao obtido com contratos de naming rights das arenas, mostrando a importância da publicidade na camisa para a NBA atualmente. Após o pioneirismo do basquete, outras ligas admitiram uso de marcas nos uniformes, como nos capacetes (NFL e NHL).

A presença de publicidade nos uniformes de treinamento aproxima a NBA dos principais clubes europeus, que já usam esse espaço para faturar. Barcelona, Chelsea e Atlético de Madrid têm acordos de exclusividade para esse ativo. É o modelo que a liga de basquete pretende aplicar.

Os uniformes de treinamento também incluem a camisa de aquecimento e as jaquetas usadas pelos jogadores no banco de reservas. As franquias têm a liberdade de aumentarem seus acordos de publicidade atuais nos uniformes de jogo ou buscarem outras empresas.

Todos os contratos precisam ser aprovados pela direção da liga e começam a vigorar para 2022.

Caso alguma franquia opte por não ter patrocinador de uniforme ou não consiga um, estará liberada a usar uma mensagem do time. Os logos devem estar na manga direita ou no peito esquerdo. As dimensões são um pouco menores às do patrocinador da camisa de jogo.

Atualmente, apenas dois times estão sem patrocinador de uniforme: Memphis Grizzlies e Washington Wizards. Segundo estimativas, a publicidade de uniforme gerou em média US$ 5 milhões a US$ 10 milhões (R$ 28,2 milhões a R$ 56,4 milhões) para cada equipe. Mas a permissão também deixou a liga mais desigual, já que nem todo time consegue vender o ativo e as franquias localizadas em grandes mercados costumam conseguir contratos mais altos.