Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Basquete / Tendência

NBA fecha primeiro patrocínio na indústria de criptomoedas com Coinbase

Acordo ainda engloba WNBA, NBA G League, NBA 2K League e as seleções masculina e feminina

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 20/10/2021, às 09h34

NBA e WNBA seguem tendência do universo esportivo de associação com plataformas de criptomoedas - Reprodução / Twitter (@coinbase)
NBA e WNBA seguem tendência do universo esportivo de associação com plataformas de criptomoedas - Reprodução / Twitter (@coinbase)

Dentro das quadras, a temporada 2021/2022 da NBA teve início nesta terça-feira (19). Já fora delas, o dia teve também um anúncio importante da liga americana de basquete, que fechou seu primeiro patrocínio no segmento de criptomoedas. O acordo foi assinado com status de exclusividade “por vários anos” com a Coinbase e ainda inclui a WNBA, a NBA G League, a NBA 2K League e as seleções masculina e feminina de basquete dos Estados Unidos, conhecidas como USA Basketball.

Pelo contrato, a empresa terá exposição de marca durante os jogos transmitidos pela televisão e também se tornará parceira de apresentação da WNBA Commissioner’s Cup e dos torneios de exibição das seleções nacionais masculina e feminina, além de servir como parceira da NBA G League Ignite.

“A liberdade de participar e se beneficiar das coisas em que você acredita está no cerne da missão da Coinbase. Ninguém acredita mais nisso do que os fãs da NBA e da WNBA. Como parte da parceria, criaremos experiências interativas para envolver a incrível comunidade e atletas da NBA e da WNBA em todo o mundo”, comentou Kate Rouch, diretora de marketing da Coinbase.

“A Coinbase é um ajuste natural como o primeiro parceiro da NBA nesta categoria de sucesso. Estamos ansiosos para colaborar com a Coinbase para fornecer aos fãs novas maneiras de interagir com a liga e entre si, ao mesmo tempo em que aprimoramos a experiência para os fãs que já são usuários da Coinbase”, destacou Kerry Tatlock, vice-presidente sênior de parcerias de marketing globais e mídia da NBA.

Fundada em 2012, a Coinbase é uma empresa de capital aberto, que fechará sua antiga sede em São Francisco, na Califórnia, em 2022 para focar em uma operação descentralizada e remota. A companhia também possui acordo com a gigante dos e-Sports ESL Gaming e já tinha uma ligação com a NBA por ter Kevin Durant, astro do Brooklyn Nets, como investidor.

Vale lembrar que, ao fechar com uma empresa da indústria de criptomoedas, a NBA segue um caminho já trilhado por várias de suas franquias, como Philadelphia 76ers, Miami Heat e Portland Trail Blazers, e também alguns jogadores, como Stephen Curry, do Golden State Warriors. Os acordos vão desde naming rights de arenas ou setores de arenas até patrocínios de camisas e outros tipos de ativos com foco na temporada que acabou de começar.