Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Basquete / Covid-19

NBA tem queda de 10% no faturamento

Redação Publicado em 30/10/2020, às 08h54

Imagem NBA tem queda de 10% no faturamento

A NBA sofreu com a temporada de 2020, realizada em meio à pandemia do coronavírus. A liga americana de basquete teve uma queda de US$ 800 milhões no faturamento somente a considerar os valores com ingressos. A queda total foi de cerca de 10% dos números obtidos no ano anterior. No período, a entidade faturou US$ 8,3 bilhões, cerca de R$ 48 bilhões na conversão atual.

Como era esperado, a falta de público nos ginásios foi o maior problema da NBA na temporada, assim como tem acontecido com diversos eventos esportivos pelo mundo. Além dos tíquetes, a NBA deixou de ganhar US$ 400 milhões com patrocínios, outro fator esperado em um momento de crise. O fato também é consequência da falta de público e das menores possibilidades de ativação.

Mesmo com os números negativos, a NBA pôde celebrar o sucesso da bolha criada em Orlando para a realização dos jogos eliminatórios da temporada. A liga foi interrompida no início da pandemia, mas a entidade se organizou para fazer os jogos finais no complexo esportivo da ESPN na Disney. Com atletas isolados, as principais partidas do torneio foram disputadas sem interrupções.

Com essa medida, a NBA calcula que tenha salvado US$ 1,5 bilhão. O valor seria o tombo da liga casos os jogos eliminatórios não pudessem ser realizados e a disputa do basquete americano tivesse sido definitivamente interrompida.

Agora, a NBA coloca na ponta do lápis os planos para a temporada de 2020/2021. Caso ela seja iniciada no final deste ano, ela não será interrompida pelos Jogos Olímpicos e não terá a concorrência do início da NFL. Por outro lado, terá que contar com mais jogos sem público. Logo, ainda se discute quando os jogos começam.