Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Sem vermelho

Adidas tira vermelho da camisa do Arsenal em ação contra a violência juvenil

No More Red irá construir e reformar espaços seguros para a prática de esporte em Londres

Redação Publicado em 07/01/2022, às 18h50

Nova camisa do Arsenal feita pela Adidas tirou a cor vermelha para apoiar projeto social feito pelo clube inglês - Divulgação/Arsenal
Nova camisa do Arsenal feita pela Adidas tirou a cor vermelha para apoiar projeto social feito pelo clube inglês - Divulgação/Arsenal

O Arsenal e a Adidas, fornecedora de material esportivo do clube londrino, lançaram a campanha No More Red que busca prevenir crimes contra jovens com uso de armas brancas.

Segundo o clube, houve mais de 10 mil crimes com faca em Londres entre junho de 2020 e junho de 2021. No ano passado também houve o maior número de assassinatos de adolescentes desde que esse tipo de ocorrência começou a ser registrada. A maior parte dos ataques foi com arma branca.

Com apoio da Adidas, a campanha irá criar e reformar espaços seguros para jovens e adolescentes possam jogar futebol. O primeiro campo a ser reformado será o de Harvist Estae, a poucos minutos do estádio Emirates, no norte de Londres.

Esses espaços terão o apoio de personalidades como o ator Idris Elba, o ex-jogador Ian Wright, o DJ Emerald Rose Lewis e o artista Reuben Dangoor.

“Todo jovem merece a chance de se expressar e de viver em um ambiente seguro, sem medo da violência. Nunca poderemos aceitar a perda de vidas devido à violência juvenil como 'normal' em nossa cidade. Por isso, é tão importante que todos trabalhemos juntos para criar um ambiente melhor para os jovens”, comentou Ian Wright, ídolo do Arsenal.

Para chamar a atenção para a campanha, o Arsenal substituiu a camisa vermelha por um uniforme inteiramente branco na partida contra o Nottingham Forest, pela Copa da Inglaterra, no próximo domingo (9), em Londres. O kit não será comercializado, apenas distribuído para pessoas que estejam fazendo a diferença em suas comunidades.

Após o jogo, as dez camisas usadas pelos jogadores em campo serão doadas a ONGs que trabalham em comunidades carentes no combate à violência juvenil.

“Desde o momento em que os jovens saem da escola até quando estão em casa com a família, muitas vezes há um vazio, um período perigoso de nada para fazer, em que esse ‘nada’ pode se transformar facilmente em algo perigoso”, analisou Idris Elba, fundador da Don't Stab Your Future (Não Esfaqueie Seu Futuro) e um dos mentores da campanha.

“Se continuar sem opções para esse período pós-escola, sempre veremos a formação de gangues. Vamos criar opções para esses jovens”, completou o ator.