Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Ação social

Atlético de Madrid faz ação em Dia Internacional contra o Bullying Escolar

Segundo relatório, problema gera 200 mil suicídios de jovens de 14 a 28 anos por ano

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 04/05/2022, às 15h22 - Atualizado às 15h24

Campanha do Atlético de Madrid veiculada nas redes sociais busca combater o bullying escolar - Reprodução / YouTube
Campanha do Atlético de Madrid veiculada nas redes sociais busca combater o bullying escolar - Reprodução / YouTube

O Atlético de Madridlançou dois vídeos educativos para celebrar o Dia Internacional contra o Bullying Escolar, celebrado na última segunda-feira (2). Segundo um relatório de 2021 da International Bullying Without Borders, em colaboração com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas (ONU), o bullying escolar é um problema que gera 200 mil suicídios todos os anos no planeta entre crianças e jovens de 14 a 28 anos. A questão afeta 24 milhões de crianças só na União Europeia.

A campanha serve de ponto de partida para um novo projeto da Fundação Atlético, que colaborará com escolas de Madri com palestras ministradas por profissionais especializados, com o objetivo de sensibilizar as pessoas para o problema. As equipes de formação serão as primeiras a passar por esse treinamento,  e os jogadores do time profissional ajudarão na iniciativa.

A Espanha é um dos países europeus mais afetados pelo flagelo do bullying, atrás apenas de Reino Unido, Rússia e Irlanda. De acordo com dados do Ministério da Educação, Cultura e Esporte do país, as crianças entre 12 e 14 anos são as mais propensas a sofrer bullying, uma situação que muitas vezes resulta em agressões físicas e assédio psicológico também por meio das redes sociais.