Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Futebol

Atlético-MG apresenta dívida de R$ 1,2 bilhão e plano para reduzi-la até 2026

Redação Publicado em 23/04/2021, às 19h35

O Atlético-MG apresentou, nesta sexta-feira, a situação financeira do clube no evento batizado de “Galo Business Day”. No evento, a diretoria atleticana confirmou que tem R$ 1,2 bilhão em dívidas atualmente, mas que pretende, até 2026, reduzir o passivo para R$ 341 milhões.

Participaram do evento, além da cúpula do clube, três dos quatro empresários que têm auxiliado o Atlético a projetar sua gestão nos próximos anos. Rafael Menin, Renato Salvador e Ricardo Guimarães estiveram ao lado da diretoria atleticana para explicar como esses executivos decidiram investir milhões para ajudar a sanar a dívida de curto prazo do Atlético e, ainda, ajustar as finanças para o médio e longo prazos.

“O Atlético tem um passivo de um bilhão e duzentos milhão de reais. Mas o Atlético tem um patrimônio que é superior a isso. O que nos cabe é o que estamos fazendo, reduzir custos. Fizemos uma economia média de cem mil reais por mês só no departamento jurídico. Não temos mordomia nenhuma no Atlético, não tem motorista ou segurança para ninguém. Eu ando solto por aí. Minha preocupação não é o passivo, e sim reduzir despesa”, afirmou o vice-presidente do Atlético-MG, José Murilo Procópio, no evento transmitido ao vivo na TV Galo.
O clube cortou cerca de 200 funcionários nos últimos meses e usou parte da verba economizada para investir no time de futebol, como explicou Rubens Menin em entrevista exclusiva à Máquina do Esporte.