Borussia Dortmund projeta perdas de até € 29 milhões nesta temporada

O Borussia Dortmund divulgou números nada animadores para seus negócios na atual temporada. Segundo previsões do clube alemão, as perdas deverão ficar entre € 25 milhões e € 29 milhões em 2021/2022, números que estão entre 20% e 32% piores do que as previsões que a agremiação havia anunciado em fevereiro.

O motivo? Os gastos com a demissão do técnico Marco Rose e de sua comissão técnica, com quem o Borussia Dortmund tinha contrato até 2024 .

Em comunicado, o clube informou que a rescisão desses contratos impactará no agravamento do saldo negativo da equipe. Como forma de compensação, o Borussia Dortmund utilizou um expediente muito usado pelos times brasileiros: venda de jogadores.

Venda de Erling Haaland

No caso dos aurinegros, a principal venda foi do atacante Erling Haaland ao Manchester City. No entanto, o lucro auferido com essa negociação entrará apenas no balanço de 2022/2023. A transferência do norueguês para a Premier League resultará em um impacto positivo no Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) entre € 35 milhões e € 40 milhões.

Entre janeiro e março de 2022, o clube teve um prejuízo de € 26,6 milhões, apesar de anteriormente estar com balanço positivo de € 10,9 milhões. A razão para isso havia sido novamente as negociações de jogadores, sendo a principal a de Jadon Sancho para o Manchester United, além das saídas de Leonardo Balerdi e Tomas Delaney. Com isso, houve a entrada de € 60,3 milhões nesta temporada (seis vezes mais do que na temporada anterior), indicando que o mercado da bola voltou a esquentar no Velho Continente em 2021.

Até o terceiro trimestre, o Borussia Dortmund faturou € 380,4 milhões ou 38% a mais do que na temporada anterior, quando sofreu mais com a paralisação das atividades esportivas por causa do período mais agudo da pandemia de Covid-19.