Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Trocado

Clubes apelam a 'vaquinhas' para pagar dívidas e manter times

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 24/10/2020, às 14h37

Imagem Clubes apelam a 'vaquinhas' para pagar dívidas e manter times

O que tem em comum um time que joga a Libertadores da América, a Copa do Brasil e o Brasileirão, outro que está na Série B do Nacional, mas tem uma das maiores torcidas do país, e outro que viu sua equipe feminina perder um jogo de 29 a 0?

Recentemente, Santos, Cruzeiro e Taboão da Serra decidiram apelar para o bolso do torcedor para aumentar o faturamento e conseguir investir no time de futebol. Os três clubes decidiram criar vaquinhas virtuais para, de forma espontânea, o torcedor depositar dinheiro e ajudar a pagar as contas atrasadas dos clubes.

O primeiro a adotar a iniciativa foi o Cruzeiro, ainda no primeiro semestre. Com dívidas com o governo e com clubes estrangeiros, o time mineiro criou um sistema de doações virtuais para tentar reduzir o rombo. Foram mais de 8 mil torcedores que doaram. Na última semana, um movimento promovido por torcedores arrecadou R$ 4 mil para quitar uma dívida do clube contraída com um pai de santo na última gestão cruzeirense, que rebaixou o time para a Série B do Brasileirão.

Nesta semana, o Santos também ganhou destaque ao anunciar um plano de levantar R$ 500 mil com seus torcedores. A ideia é, com a verba, pagar o que o clube deve a clubes do exterior e, assim, permitir que novos jogadores sejam contratados.

"Todos os valores arrecadados serão usados exclusivamente para pagarmos dívidas relacionadas a processos na Fifa. E para isso vamos poder contar com apoio de todos os santistas", declarou Orlando Rollo, presidente do Santos, ao anunciar o projeto.

Em menos de dois dias, a meta foi alcançada, o que fez o clube ampliar o valor para R$ 1 milhão.

De forma muito mais modesta, o Taboão da Serra decidiu apelar para os torcedores de todos os times após sua equipe feminina ser humilhada pelo São Paulo no Campeonato Paulista. A derrota por 29 a 0 expôs o abismo que separa os times. E fez o Taboão criar o apelo virtual. A ideia é que, com a verba arrecadada, o clube consiga melhorar a estrutura do time de futebol feminino.