Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Ação social

Com Cafu como embaixador, Lay's lança projeto social Replay no Brasil

Iniciativa incentiva prática de esportes para gerar impacto positivo em comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 08/12/2021, às 13h49 - Atualizado às 13h51

Marca reutilizou pacotes de salgadinhos vazios na construção de um campo de futebol sustentável, em Santana de Parnaíba (SP) - Fernando Souza / Filmart
Marca reutilizou pacotes de salgadinhos vazios na construção de um campo de futebol sustentável, em Santana de Parnaíba (SP) - Fernando Souza / Filmart

A Lay's anunciou, nesta terça-feira (7), a chegada ao Brasil do Lay's Replay, iniciativa global que tem como objetivo incentivar a prática de esportes e gerar impacto positivo em comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica ao redor do mundo por meio do poder do futebol.  No projeto, feito em parceria com a UEFA Foundation e a streetfootballworld, a marca reutilizou pacotes de salgadinhos vazios na construção de um campo de futebol sustentável, em Santana de Parnaíba (SP). A inauguração contou com a presença do ex-jogador Cafu, que será embaixador do projeto no país.

De acordo com a marca, a ideia vai muito além da entrega de campos de futebol nas comunidades. O projeto oferece programas esportivo-educacionais para promover impacto social de longo prazo. Por isso, as atividades viabilizadas pela iniciativa contam com a expertise de parceiros – streetfootballworld (global), love.fútbol (local) e Fundação Eprocad (local) – e utilizam o poder positivo da atividade física e do futebol para tratar de questões sociais que afetam, principalmente, as comunidades locais.

[Colocar ALT]
Cafu será embaixador do Lay's Replay no Brasil
Fernando Souza / Filmart

“Este é um projeto que faz todo o sentido para a Lay's, pois concretiza o propósito global da marca de proporcionar alegria e reunir pessoas por meio do esporte. Cultivamos uma relação de longa data com a comunidade do futebol por nossa parceria com a UEFA Champions League, tanto masculina quanto feminina. O Lay's Replay fortalece não só esses laços, como o nosso propósito ao impactar positivamente pessoas em situação de vulnerabilidade. Temos muita satisfação em realizar uma iniciativa que transformará histórias de vida”, celebrou Pedro Goldfarb, diretor de marketing da Pepsico Brasil, dona da marca Lay's. 

“Tive que lutar muito dentro e fora de campo para ser reconhecido em todo o mundo como um jogador talentoso. O futebol me ensinou a celebrar as vitórias, mas também me deu forças para enfrentar os obstáculos da vida. O esporte é, sem dúvida, um meio para promover mudanças sociais e, por isso, a relevância de projetos como este, liderado pela marca Lay's. É esse espírito que quero transmitir aos jovens que participarão das atividades, e tenho orgulho em dar o pontapé inicial desta partida”, destacou Cafu.

O programa é elaborado e avaliado em quatro frentes principais: criação de um sentimento de pertencimento, aumento do engajamento, promoção da segurança e acesso ao esporte. No Brasil, especificamente, será direcionado a jovens entre 13 e 17 anos, e proporcionará desenvolvimento social, emocional e físico por meio de sessões de futebol com uma metodologia específica chamada de Football3. Desenvolvido pela streetfootballworld, o método visa fomentar a inclusão social e promover habilidades essenciais para a vida, tais como trabalho em equipe e fair play. Ao menos 100 jovens devem ser beneficiados pela iniciativa nos próximos 12 meses.

Por fim, além de promover impacto positivo nas comunidades, os campos Lay's Replay também têm como objetivo minimizar o impacto ambiental. Desde os materiais utilizados até a instalação, os espaços são projetados para serem ecologicamente sustentáveis. Com apoio da GreenField, fabricante global de campos artificiais, as embalagens vazias de Lay's são recolhidas por parceiros locais de coleta de resíduos e recebem uma segunda vida: são triturados e convertidos em paletes que formam a camada de base por baixo do gramado, chamada Ecocept.