Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Deu ruim

Corinthians vai à Justiça impedir transmissões de jogo com Athletico

Erich Beting Publicado em 20/08/2021, às 12h40

Imagem Corinthians vai à Justiça impedir transmissões de jogo com Athletico
O streamer Nobru fechou acordo para transmitir em seu canal o jogo Athletico x Corinthians
Divulgação

O Corinthians anunciou que irá à Justiça para impedir que o jogo contra o Athletico Paranaense, que acontecerá neste domingo (22), seja transmitido por outros meios além da plataforma de streaming Furacão Live e da TV Globo.

A decisão foi tomada pelo clube depois que a LiveMode, agência que cuida dos direitos de mídia do Athletico Paranaense, intermediou as negociações com a Rádio Jovem Pan, em seu canal no YouTube, e com o influenciador Nobru, em seu canal na plataforma Twitch, para transmitir a partida cobrando um valor avulso para os torcedores.

Em comunicado publicado em seu site, o Corinthians informou que pedirá uma tutela antecipada nesta sexta-feira (20) para vetar a transmissão do jogo. Segundo apurou a reportagem da Máquina do Esporte, o clube se irritou com a venda do jogo por meio de terceiros, prática que LiveMode e Athletico têm feito desde o ano passado quando conseguiram uma decisão favorável na Justiça de negociar os jogos em que o time paranaense atua como mandante, amparado por uma Medida Provisória que garantia esse direito de vender individualmente os jogos, sem anuência da equipe adversária. A MP, porém, caducou, e até agora não foi aprovada nova legislação nesse sentido.

Por conta disso, o Corinthians argumenta que a Lei Pelé ainda é quem regula a venda dos direitos de transmissão dos jogos. Assim, qualquer negociação precisa da concordância do clube visitante.

Essa é a primeira vez que um clube se coloca contra a prática feita pelo Athletico. Até então, os times não tinham se oposto à iniciativa. A decisão tomada pelo Corinthians coloca um novo entrave para a união dos clubes em torno da criação de uma liga para gerenciar os direitos comerciais do Campeonato Brasileiro.

Recentemente, o presidente do Athletico Paranaense, Mário Celso Petraglia, entrou em atrito com presidentes de outros clubes, enfraquecendo o movimento. A ação do Corinthians pode prejudicar ainda mais a criação da liga.

Confira a seguir o comunicado oficial do clube paulista:

"O Sport Club Corinthians Paulista esclarece que promoverá nesta sexta-feira, 20 de agosto, um pedido de tutela antecipada, cujo objetivo é determinar a abstenção da transmissão não autorizada da partida contra o Athletico Paranaense, a ser disputada no próximo domingo (22/8) na Arena da Baixada, casa de nosso adversário.

As transmissões dos jogos de futebol são reguladas pela Lei Geral do Esporte (lei nº 9.615/98), conhecida como Lei Pelé. Desde 1998, para que imagens de partidas possam ser captadas, fixadas, emitidas, transmitidas, retransmitidas e/ou reproduzidas, por qualquer meio, é indispensável haver consenso entre o clube mandante e o visitante.

No entanto, no caso da partida em questão, não houve nenhum contato por parte do mandante ou de terceiros - por cujas plataformas a equipe do Paraná anuncia que transmitirá a partida.

O Corinthians, desta forma, entendeu ser cabível o ajuizamento da referida ação, sempre com o foco no resguardo de seus legítimos interesses."