Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Garantido

Crefisa e Palmeiras renovam até 2024 por R$ 81 milhões ao ano

Redação Publicado em 25/08/2021, às 11h13

Imagem Crefisa e Palmeiras renovam até 2024 por R$ 81 milhões ao ano
Patrocinadoras do Palmeiras desde 2015, Crefisa e FAM seguirão no clube até completar uma década de parceria
Reprodução/Twitter/Crefisa

O Palmeiras e a Crefisa anunciaram, nesta terça-feira (24), a renovação por mais três anos do contrato de patrocínio entre as duas partes. Com isso, as marcas da Crefisa e da FAM (Centro Universitário das Américas), permanecerão pelo menos até dezembro de 2024 nos uniformes de treino e jogo do time paulista em todas as categorias e no futebol feminino.

LEIA MAIS: Puma celebra Tríplice Coroa de 2020 com campanha e nova camisa 3 do Palmeiras

O valor do contrato foi mantido em relação ao atual acordo. Serão R$ 81 milhões anuais pagos pelas duas empresas, que são de propriedade do casal Leila Pereira e José Lamacchia. Isso faz da Crefisa e da FAM as maiores patrocinadoras individuais do futebol brasileiro. Além das duas marcas, a Puma, fornecedora de material esportivo, segue na camisa do clube.

“Esta parceria Palmeiras, Crefisa e FAM tem sido extremamente importante para todos. É uma parceria vencedora e que contribui muito para o nosso sucesso esportivo e institucional, fortalecendo ainda mais a nossa camisa e o nosso clube. O maior patrocínio da história do clube e do futebol brasileiro seguirá conosco e fazendo história. Continuaremos fortes e competitivos”, afirmou, em nota, o presidente do clube, Maurício Galiotte, que recebeu os representantes dos patrocinadores na Academia de Futebol para a assinatura do contrato.

O valor máximo do patrocínio pode chegar a R$ 120 milhões por ano, caso o Palmeiras seja campeão de todas as competições que disputar. Com a extensão do acordo, as marcas de Crefisa e FAM serão as que terão permanecido o maior tempo na camisa do clube, já que a Parmalat, até hoje a parceira mais longeva da história, ficou por oito anos como patrocinadora principal palmeirense.

“O Palmeiras é um dos maiores clubes do mundo, com visibilidade que extrapola fronteiras. Como presidente das empresas, quero que a Era Palmeiras, Crefisa e FAM se eternize no coração de todo torcedor palmeirense e na história do clube. Estamos todos juntos pela mesma paixão”, disse Leila Pereira, presidente da Crefisa e da FAM, usando o slogan da campanha que lançou na última semana para assumir a presidência do clube para o triênio 2022-2023-2024.

Leila é, até o momento, a única candidata ao posto, mas a oposição palmeirense ainda estuda quem colocar no pleito. A renovação do patrocínio, agora, inibe qualquer tentativa de, numa improvável derrota de Leila nas urnas, o patrocínio ser cancelado sem pagamento de multa.

A “Era Crefisa” teve início em janeiro de 2015, depois de a empresa financeira quase fechar patrocínio ao São Paulo. Na última hora, Leila e José Lamacchia decidiram ir atrás do clube de coração do fundador da Crefisa para tentar ocupar o espaço que estava vago havia dois anos.

Desde 2015, o Palmeiras conseguiu seis títulos: duas Copas do Brasil (2015 e 2020), dois Campeonatos Brasileiros (2016 e 2018), uma CONMEBOL Libertadores (2020) e um Campeonato Paulista (2020). O sonho de Leila, assim como de boa parte da torcida, é levar o Palmeiras ao topo do mundo da bola com a conquista inédita do Mundial de Clubes da FIFA.