Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Metaverso

Cristiano Ronaldo lança ZujuGP para ser "dono" do metaverso do futebol

Em parceria com dono do Valencia, CR7 criou plataforma digital focada no fã de futebol da Ásia

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 22/10/2021, às 08h39 - Atualizado às 08h49

Para anunciar o lançamento do shopping da ZujuGP, Cristiano Ronaldo se vestiu de samurai - Reprodução
Para anunciar o lançamento do shopping da ZujuGP, Cristiano Ronaldo se vestiu de samurai - Reprodução

O atacante do Manchester United Cristiano Ronaldo expandiu seus negócios ao anunciar uma iniciativa para montar “o futebol do futuro”, em parceria com o bilionário Peter Lim, dono do Valencia e que é um investidor da equipe McLaren, da Fórmula 1.

Os dois anunciaram a criação da plataforma ZujuGP. O espaço, hoje, é um shopping de produtos dos mais variados relacionados ao futebol. Mas a ideia é que a plataforma se transforme em um ponto de encontro dos fãs de futebol atrás de experiências exclusivas a partir da gamificação pelo uso da plataforma.

A aposta é criar o “futebolverso”, o que seria traduzido pelo lugar de encontro virtual dos fãs de futebol. O foco, logicamente, é o torcedor da Ásia. Segundo o site, o “futebol 1.0 da Europa encontra-se em declínio, e o futebol 2.0 dos Estados Unidos está crescendo”. Mas a crença da plataforma é a Ásia, que seria “a nova era, onde reside 60% da população mundial”.

A aposta da plataforma digital é oferecer produtos de futebol, oportunidades de jogos e conexões sociais para os fãs. A mecânica é que, a partir de compras e do uso da plataforma, o fã seja recompensado com moedas virtuais, o que vai dividir o público em três tipos de categorias: fã, superfã e ultimate fã.

De acordo com o site, os fãs poderão ter acesso a experiências exclusivas, logicamente com a chancela e a imagem de Cristiano Ronaldo como “cereja do bolo” da brincadeira. “Convergimos mídia, tecnologia e futebol”, afirma a empresa, que pretende, no futuro, inserir transmissão de jogos dentro da plataforma.

A sede da empresa é em Singapura, país de origem de Lim, que tem um patrimônio líquido estimado em US$ 2,6 bilhões. O empresário ficou bilionário ao investir na empresa de agronegócio Wilmar na década de 1990, deixando de fazer parte dela em 2010 por US$ 1,5 bilhão.

Além de olhar para o torcedor, a ideia da ZujuGP é se transformar em uma recrutadora de talentos para trabalhar com futebol. A empresa desenvolveu um aplicativo que funciona com inteligência artificial para encontrar emprego na indústria. Além disso, outro app será usado para detectar e conectar jogadores para os clubes.