Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Carinho da torcida

Cruzeiro explora volta de Ronaldo para recuperar consumo do torcedor

Para capitalizar, clube lançou camisa com o número 9 e o nome do ex-jogador e agora dono do time às costas

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 20/12/2021, às 08h24 - Atualizado às 08h26

Ronaldo vestiu a camisa do Cruzeiro logo após assinar o pré-contrato de compra do clube mineiro - Reprodução / RonaldoTV
Ronaldo vestiu a camisa do Cruzeiro logo após assinar o pré-contrato de compra do clube mineiro - Reprodução / RonaldoTV

O surpreendente anúncio, na manhã do último sábado (18), de que Ronaldo é o investidor que comprará 90% da Sociedade Anônima de Futebol do Cruzeiro fez uma onda de otimismo invadir o coração do torcedor cruzeirense após quatro anos.

A volta do Fenômeno, agora como dono do clube que o projetou para o futebol mundial, passou a ser explorada comercialmente pelo Cruzeiro. Pouco depois do anúncio do negócio, o clube subiu a expressão #cruzeirofenomenal em seus canais digitais.

O próprio Ronaldo passou a usar o vínculo histórico com o clube para conclamar a participação do torcedor no trabalho de recuperação do Cruzeiro.

“Dia 2 (de janeiro), que é o aniversário de 101 anos do Cruzeiro, estaremos em Belo Horizonte, vamos aproveitar o entusiasmo da torcida, mas mostrar que teremos muito trabalho pela frente”, declarou Ronaldo em seu canal na Twitch ao falar dos próximos passos como dono do clube.

Além disso, o Cruzeiro colocou à venda a camisa 9 com o nome de Ronaldo às costas neste domingo (19). A ideia é fazer com que o maior “reforço” para o clube nesses últimos anos seja usado para aumentar a arrecadação com a venda de produtos, algo que tem caído muito com a permanência do clube na Série B, onde “estreou” em 2020.

Em seu perfil no Instagram, num texto emotivo, o ex-jogador apelou para a relação de amor com a torcida para motivar o torcedor a permanecer próximo do clube.

“Chegou a hora de voltar. É a minha vez de tentar abrir portas para o time. Não como herói. Não com superpoderes para, sozinho, mudar a realidade. Mas com imensa responsabilidade. Com gestão inteligente e sustentável para um crescimento de médio e longo prazo. Com a lealdade de 9 milhões de apaixonados”, afirmou Ronaldo.