Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Novos tempos

Em 2022, Estaduais trocam TV paga pelo streaming

Com menor interesse da Globo e aposta em modelos multiplataforma, torneios trocaram TV por plataformas de streaming

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 27/01/2022, às 07h30 - Atualizado às 07h32

Paulistão de 2022 teve primeira rodada com transmissão de jogos com exclusividade na HBO Max - Divulgação / HBO Max
Paulistão de 2022 teve primeira rodada com transmissão de jogos com exclusividade na HBO Max - Divulgação / HBO Max

Nesta quarta-feira (26), o futebol brasileiro voltou à plena atividade, com o retorno dos principais campeonatos estaduais do país. As estreias das edições de 2022 dos campeonatos Carioca, Gaúcho, Mineiro e Paulista marcaram, também, uma nova fase para a modalidade mais popular do Brasil em relação à exibição de suas partidas.

Sem o mesmo investimento do Grupo Globo na busca pela exclusividade da transmissão dos Estaduais, o torcedor terá, em 2022, uma nova realidade. A TV paga praticamente “abandonou” a transmissão das partidas, e o streaming virou o caminho para que os jogos sejam transmitidos.

Os únicos torneios a terem alguma emissora de TV paga transmitindo as partidas são o Gaúcho, o Mineiro e o Pernambucano, os únicos que ainda têm acordo com o Grupo Globo para todas as mídias e, assim, ganharam espaço na grade do Sportv.

Essa nova realidade é reflexo, também, da tentativa do futebol de manter o faturamento com a transmissão de seus jogos. Sem a opção de vender os direitos para empresas tradicionais de mídia, a maioria dos Estaduais optou por levar para o streaming a exibição dos jogos. Isso fará com que plataformas como NSports, Eleven Sports e OneFootball ganhem mais relevância.

Produtora dos sinais de alguns Estaduais, a NSports é responsável por operar os PPVs dos campeonatos Catarinense, Mineiro e Paranaense. Já a Eleven tem acordo com dez campeonatos que podem ser assistidos, de forma paga, dentro da plataforma. A OneFootball anunciou, até agora, transmissão dos campeonatos Carioca, Catarinense e Paranaense.

Em São Paulo, o Campeonato Paulista trocou a TV paga pelo streaming HBO Max, da WarnerMedia. Para poder acompanhar o Estadual, em vez de pagar pelo pacote de TV por assinatura, será preciso desembolsar pela assinatura do serviço e de um plano maior de internet. Serão 28 jogos ao todo, com 13 partidas transmitidas com exclusividade.

No Rio de Janeiro, a Sportsview, gestora comercial dos direitos de mídia do Cariocão, anunciou a criação de uma OTT própria, o Cariocão Play, que exibe os jogos. O torcedor também pode assinar os pacotes ofertados pelos quatro grandes clubes do estado.

Os modelos de negócio são distintos, mas invariavelmente é o torcedor quem tem de pagar a conta. Para assistir às partidas, precisa pagar pelo acesso ao conteúdo.

Apenas dois Estaduais têm apenas mídias tradicionais como parceiras de transmissão. Os campeonatos Gaúcho e Pernambucano são os únicos com acordos exclusivos com o Grupo Globo e, por conta disso, podem ser vistos na TV aberta, fechada e no pay-per-view pelo Canal Premiere. Mesmo assim, é possível acessar esses conteúdos via streaming.