Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Futebol

Federação Espanhola propõe mudança no formato da LaLiga

Redação Publicado em 14/07/2021, às 13h34

Imagem Federação Espanhola propõe mudança no formato da LaLiga

O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (Rfef), Luis Rubiales, quer dar uma repaginada no formato da LaLiga. "Nos próximos dias, vou convidar Javier Tebas para conversarmos e tentar mudar o formato da liga atual”, explicou o mandatário para a agência Europa Press.

"Esperamos que eles queiram sentar-se conosco e propor mudanças, tais como ter jogos em estádios neutros, ou menos dias de partidas para ser mais emocionante", disse ele, insistindo que "menos dias de jogo gerariam mais receita".

"Temos que propor que haja menos dias, que haja mais espetáculo", reiterou Rubiales, defendendo que "temos que inventar e captar a atenção dos mais jovens com entusiasmo", embora "se mudarmos o formato, temos que fazer isso por unanimidade, e vamos propor que haja locais neutros nos jogos da liga".

A Rfef quer que a LaLiga renove seu formato para se aproximar dos jovens e gerar mais renda. Além disso, abre a porta para "estudar o jogo de Miami", uma opção que "não é viável agora, porque todos jogam em casa e fora, e isso distorceria a competição". A alternativa poderia ser diferente no caso de uma mudança de formato.

Porém, a LaLiga reagiu à proposta de Rubiales afirmando em uma declaração que "não considerará mudar o formato da competição em nenhuma de suas categorias", pois o modelo atual "tem sido um sucesso nos últimos anos".

A associação patronal do futebol espanhol destacou o "aumento dos espectadores nos estádios em mais de 20%", o crescimento exponencial dos direitos audiovisuais nacionais e internacionais, e a estabilidade econômica para a qual é "a única competição das principais ligas com um resultado líquido positivo na primeira temporada jogada em meio à pandemia de Covid-19".

"Seria irresponsável modificar o formato atual", disse a LaLiga, para quem "isso também geraria incerteza para outros esportes e para o futebol não profissional, para o qual a LaLiga contribui com € 125 milhões por temporada".