FIFA decide punir Brasil e Argentina por jogo que não aconteceu nas Eliminatórias

O Comitê Disciplinar da FIFA puniu Brasil e Argentina por causa do jogo das Eliminatórias da Copa 2022, em 5 de setembro de 2021, na Neo Química Arena, em São Paulo, que acabou interrompido logo no seu início pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pelo fato de quatro jogadores argentinos não terem cumprido normas sanitárias na chegada ao país.

A FIFA ordenou que a partida seja repetida em data e local a serem decididos pela entidade. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Associação de Futebol Argentino (AFA) também receberam multas por infrações na partida. Ambas as entidades foram notificadas da decisão nesta segunda-feira (14).

A CBF terá que pagar 500 mil francos suíços (R$ 2,82 milhões) por “infrações relacionadas à ordem e à segurança”. A AFA, por sua vez, recebeu multa de 200 mil francos suíços (R$ 1,127 milhão) por “descumprimento de suas obrigações em matéria de ordem e segurança, preparação e participação na partida”.

A Argentina também teve o goleiro Martínez, o zagueiro Romero e os meias Lo Celso e Buendía suspensos por dois jogos por “não cumprirem o Protocolo de Retorno ao Jogo Internacional da FIFA”.