Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Fechado

Globo assina com cinco times para mostrar Brasileirão no SporTV

Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos passam a fazer parte da grade da emissora a partir de 2022

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 07/10/2021, às 16h31 - Atualizado às 16h37

Após desistência da Turner, Globo herdou contrato com cinco dos oito times que estavam na concorrente - Reprodução
Após desistência da Turner, Globo herdou contrato com cinco dos oito times que estavam na concorrente - Reprodução

O Grupo Globo fechou um acordo com cinco times para transmitir o Brasileirão em TV fechada a partir da temporada 2022 até 2024. Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos passam a fazer parte da grade da emissora a partir do ano que vem. Esses times tinham contrato com a Turner, que no final do mês passado desistiu de transmitir o Brasileiro a partir de 2022.

Segundo a Globo, Athletico Paranaense, Bahia e Palmeiras seguem negociando com a empresa. Os três clubes já vinham, desde o mês passado, conversando com executivos da emissora para tentar um acordo, mas até agora não houve acerto.

Como antecipou a Máquina do Esporte no último dia 29 de setembro, a Globo não abrirá mão do modelo montado para a divisão de verba da TV paga para os clubes. Assim, a verba de cerca de R$ 600 milhões que deve ser distribuída pelo SporTV em 2022 seria paga da seguinte forma: 40% dividido igualmente entre os clubes (cerca de R$ 12 milhões por time), 30% pela colocação final no campeonato e outros 30% distribuídos proporcionalmente ao número de jogos transmitidos dentro do SporTV para cada clube.

A Globo tem contrato assinado até 2024 para transmissão em TV aberta de todos os clubes da Série A e também para exibição em pay-per-view com todos, menos o Athletico. Mesmo equipes que estão atualmente nas divisões inferiores possuem o acordo com a emissora caso subam para a Série A.

Na TV fechada, das Séries A e B do Brasileiro atual, apenas o trio Athletico, Bahia e Palmeiras não possui acordo com a emissora.

“A Turner optou por sair, foi uma decisão deles, unilateral, e ficamos com os direitos livres de 2022 a 2024. A Globo tinha interesse de transmitir na TV fechada, e ficamos felizes porque a Globo sempre foi um grande parceiro do futebol brasileiro e sempre teve um olhar diferente para o futebol. Fechamos contrato com TV aberta primeiro e agora fechamos a TV fechada também, e o torcedor vai poder acompanhar os jogos do Vozão pelo SporTV. Foi uma decisão rápida, houve o interesse da Globo e imediatamente optamos por eles. É uma parceria histórica, e sabemos que estamos tratando com uma empresa com um olhar diferenciado para o futebol”, afirmou, em nota, Robinson de Castro, presidente do Ceará.

O acerto foi celebrado também por Marcelo Paz, mandatário do Fortaleza, que havia brigado na Justiça contra a Turner por receber menos que os demais times da emissora. Quando o clube cearense fechou com a empresa, em 2016, estava na Série C do Brasileirão, e aceitou um acordo que previa o pagamento fixo de R$ 14 milhões por temporada, valor que era menos da metade do que os demais times recebiam. O caso só foi resolvido no ano passado.

“Entendemos que era um movimento natural, considerando que após o encerramento do contrato com a Turner, a Globo nos procurou, apresentando as mesmas condições, o mesmo modelo de contrato que tinha com os clubes que já têm acordo com a TV fechada. Entendemos que era o movimento correto a se fazer, sem deixar o Fortaleza desguarnecido de um importante direito de TV que tem influência no orçamento. Agradecemos ao Grupo Globo pela confiança, por fortalecer essa parceria com o clube, e que os nossos torcedores possam acompanhar, se Deus quiser, que possamos permanecer na Série A ao longo desses anos, nossos jogos na TV Globo, no SporTV e no Premiere”, disse o dirigente.