Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Globo une TV aberta, SporTV e GE para vender "pacote futebol"

Comercialização não inclui mais os jogos da seleção brasileira

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 06/10/2020, às 11h25 - Atualizado em 07/10/2020, às 20h09

Globo fará venda integrada de pacote de publicidade - Divulgação
Globo fará venda integrada de pacote de publicidade - Divulgação

Venda aborda apenas jogos de clubes em 2021 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A Globo mudou a estratégia para vender os pacotes de publicidade para futebol. A emissora resolveu unir no pacote para o esporte as transmissões do Sportv, na TV fechada e do GE, na internet.

Por outro lado, a empresa retirou da entrega os jogos da seleção brasileira. Agora será comercializado cotas específicas para os amistosos e para as partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Haverá ainda uma terceira venda de futebol, focada na Euro 2020, que será realizada no próximo ano. Nesse caso, trata-se de uma exigência da Uefa, que organiza o torneio, e pede preferência das emissoras aos seus parceiros comerciais.

O novo pacote para o futebol será oferecido ao mercado por R$ 311,7 milhões, com seis cotas. Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Itaú, Hypera Pharma e Vivo, atuais cotistas, têm preferência na compra dos direitos. Para 2020, a venda para o pacote futebol foi de R$ 307 milhões, mas incluía apenas a TV aberta.

A maior diferença de entrega estará na ausência da Libertadores na programação da Globo. O torneio sul-americano, que costumava ter audiência alta na emissora, passou a ser transmitido pelo SBT, após a própria Globo ter rompido o acordo com a Conmebol. Ainda assim, o canal garante a exibição de 63 partidas da temporada.

Haverá ainda outras mudanças de entrega, mas que estão relacionadas a uma compensação pela falta de jogos em 2020, por conta da pandemia do Covid-19. Segundo o site “Meio & Mensagem”, essa flexibilidade com os parceiros aconteceu neste ano e deverá ser estendida para 2021.

No fim deste mês, a Globo fará um encontro com o mercado para explicar os detalhes de cada negociação. Além das três principais vendas que incluem o futebol, ainda há uma quarta negociação esportiva com peso maior para a empresa, com os Jogos Olímpicos de 2020, que também serão realizados no próximo ano.