Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Covid-19

Inglaterra deve liberar torcida no estádio a partir de dezembro

Redação Publicado em 24/11/2020, às 14h12

Imagem Inglaterra deve liberar torcida no estádio a partir de dezembro

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou que, a partir de dezembro, o futebol poderá voltar a ter torcedores na Inglaterra. Os detalhes serão anunciados na quinta-feira (26) e chegam com um "atraso" de dois meses em relação ao plano inicial de volta.

"Os espectadores de eventos esportivos e empresariais serão livres para retomar dentro e fora com limites de capacidade e distanciamento social, proporcionando mais consistência com apresentações em teatros e salas de concertos", afirmou o primeiro-ministro.

Segundo o secretário de cultura da Inglaterra, Oliver Dowden, haverá um limite de 4 mil torcedores por partida na Premier League. E em estádios de pequena capacidade, o limite será de até 50% de espectadores. Para ligas secundárias, o limite será de 2 mil fãs.

O anúncio surge no momento em que os clubes ingleses pressionam pela retomada de público nos estádios. O Tottenham, por exemplo, declarou recentemente que poderá perder cerca de 150 milhões de libras caso seu estádio não abra as portas para os torcedores.

Os espectadores deveriam poder voltar aos estádios a partir de 1º de outubro, mas o governo britânico fez uma pausa nessa decisão devido a um aumento das infecções em todo o país.

Dowden disse na semana passada que havia "definitivamente uma chance" de que alguns locais pudessem reabrir de forma limitada até o Natal nas áreas com os menores índices de infecção.

Em 19 de novembro, o Departamento de Digital, Cultura, Mídia e Esporte (DCMS) anunciou um "Pacote de Sobrevivência de Inverno" de 300 milhões de libras esterlinas de empréstimos e subsídios para esportes que estão enfrentando perdas financeiras como resultado da ausência dos torcedores dos estádios.