Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Nova competição

LaLiga classifica Superliga como “separatista e elitista”

Redação Publicado em 19/04/2021, às 11h05

As ligas europeias estão começando a se posicionar contra a criação da Super League, anunciada por doze clubes na noite de domingo (18). A liga espanhola classificou a nova competição como “separatista e elitista”.

“LaLiga condena veementemente a proposta recentemente publicada de uma competição europeia separatista e elitista que ataca os princípios da competição aberta e do mérito esportivo que estão no cerne da pirâmide do futebol nacional e europeu”, começou a liga em comunicado enviado para a imprensa.

Os primeiros detalhes divulgados apontam que a Superliga Europeia contará com 20 clubes (com 15 membros fixos) divididos em 2 grupos de 10 times. Há também o desejo de se criar a competição na modalidade feminina.

Doze equipes já estão confirmadas. Os espanhóis Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid; os italianos Internazionale, Juventus e Milan; e os ingleses Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham são os fundadores. Os 12 times são os mais populares de seus respectivos países, além de estarem entre os 20 de maior receita no futebol mundial.

“A competição europeia recentemente proposta não é mais do que uma proposta egoísta destinada a enriquecer ainda mais os já super-ricos. Ela minará o apelo de todo o jogo e terá um impacto profundamente prejudicial no imediato e no futuro da LaLiga, de seus clubes membros e de todo o ecossistema do futebol”.

A LaLiga ainda informou que utilizará todas as medidas à disposição para defender a integridade e o futuro do futebol. Segundo a Associated Press, a Super League já teria entrado com ações para garantir a realização do torneio.