Le Coq Sportif se despede do Atlético-MG com vídeo lembrando ano mais glorioso do time

Marca francesa de material esportivo será substituída pela Adidas a partir do próximo fim de semana

A Le Coq Sportif se despediu do Atlético-MG em grande estilo. Em um vídeo postado em suas redes sociais nesta quinta-feira (30), a marca francesa de material esportivo lembrou desde a chegada ao clube, em 2019, até o ano mais glorioso da história do Atlético-MG, em 2021, com as conquistas dos títulos do Campeonato Mineiro, do Brasileirão, após jejum de 50 anos, e da Copa do Brasil.

Além disso, também recordou a coincidência de o símbolo da empresa ser um galo, e o fato do Atlético-MG ser conhecido como Galo forte vingador.

A marca francesa também foi parceira do Atlético-MG nas três edições do Manto da Massa, concurso em que os torcedores desenham e votam em uma nova camisa do clube. A primeira edição do Manto da Massa ultrapassou 110 mil camisas vendidas, o que gerou um lucro de R$ 9 milhões. No ano passado, foram comercializadas 120 mil unidades, com ganho de R$ R$ 8 milhões. Neste ano, o sucesso foi ainda maior: 140 mil camisas, receita de R$ 30 milhões e lucro de R$ 12 milhões.

Despedida

O último jogo do Atlético-MG vestindo o uniforme da Le Coq Sportif foi na última terça-feira (28), no empate em 1 a 1 contra o Emelec, em Guayaquil, no Equador, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

No próximo sábado (2), contra o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), o Atlético-MG já entrará em campo com um uniforme confeccionado pela Adidas, nova fornecedora de material esportivo do time mineiro, cujo contrato começa a valer a partir desta sexta-feira (1º). O jogo será válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.