Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Fechado

Maranhão desiste de público em final após acordo com Globo

Redação Publicado em 14/05/2021, às 14h55

Imagem Maranhão desiste de público em final após acordo com Globo
O Campeonato Maranhense vinha sendo transmitido pelo site da TV Mirante, afiliada da Globo no Maranhão
Divulgação

O governo do Maranhão havia articulado um acordo para fazer com que as duas partidas decisivas do Campeonato Maranhense, que seriam nos próximos dias 15 e 22 de maio, fossem usadas como evento-teste para a volta de público aos estádios. A iniciativa, inédita no mercado brasileiro, já estava em execução, inclusive com a venda dos 6 mil ingressos. Porém, na noite de quinta-feira (13), o secretário de Esporte e Lazer maranhense, Rogério Cafeteira, anunciou que os jogos terão portões fechados.

O governo, a Federação Maranhense de Futebol e a TV Mirante, afiliada da TV Globo no estado, fecharam um acordo pontual para fazer com que as duas finais sejam transmitidas às 10h de domingo. Assim, os jogos entre Sampaio Corrêa e Moto Club serão disputados nos dias 16 e 23 de maio e não terão mais os portões abertos à torcida.

“As autoridades sanitárias estaduais já haviam elaborado todo o protocolo para a realização do evento-teste que aconteceria no domingo, inclusive já havíamos tido reuniões com a PM, Corpo de Bombeiros e outros órgãos que participariam do evento. E, então, surgiu essa possibilidade ímpar, que foi a da transmissão ao vivo da partida pela TV Mirante, afiliada da Rede Globo, para todo o Maranhão. Entendemos que diante dessa oportunidade seria mais interessante optarmos pela transmissão, já que alcançará um universo muito maior de torcedores em todo nosso estado”, declarou Cafeteira em vídeo divulgado em suas redes sociais.

Até então, o site imirante, da TV Mirante, era quem vinha transmitindo os jogos do Campeonato Maranhense. O acordo pontual para as partidas decisivas, porém, acabou fazendo com que o governo mudasse de ideia.

De acordo com o secretário, ainda, o evento-teste com a presença de torcedores ficará “para uma próxima oportunidade”. Cafeteira não especificou quando poderia ser isso. Como os clubes do estado, agora, disputam competições nacionais, dependem de autorização da CBF para poder liberar a entrada de torcedores, o que atualmente não é cogitado pela entidade.