Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Impacto

Marcas da Euro geram quase 4 milhões de impressões digitais

Redação Publicado em 12/07/2021, às 12h03

Um novo estudo da Kantar computou as impressões digitais que seis marcas da Euro 2020 tiveram nas redes sociais durante a competição, que terminou neste domingo (11). Coca-Cola, Heineken, TikTok, Qatar Airways, Vivo e Just Eat geraram um total de 235.700 menções e 23.570 posts diários nas redes sociais.

A Coca-Cola monopolizou 72% das impressões, assim como o volume (indicador que mede a repercussão da conversa). A multinacional de bebidas registrou um volume total de 171.201 menções e 2,7 milhões de impressões potenciais. Entretanto, nem todo o impacto foi positivo, de acordo com a Kantar.

"O interesse pela Coca-Cola nas mídias sociais disparou após o gesto de Cristiano Ronaldo; sua frase e a hashtag #drinkwater tiveram uma tendência de vários dias”, informou a empresa.

À época, foi comentado que a Coca-Cola teria perdido US$ 4 bilhões nas ações por causa do gesto do astro português. As ações da empresa, porém, já estavam em baixa muito antes do início da famosa coletiva de imprensa e, até então, haviam perdido mais de US$ 2,1 bilhões no mercado.

Além disso, apesar dos efeitos negativos que as declarações poderia causar, a Coca-Cola ganhou 6.203 seguidores em apenas quatro dias no Twitter, rede social em que a conversa sobre o gesto de CR7 ficou concentrada. Um caso semelhante, embora menos significativo, aconteceu com a Heineken, quando o francês Paul Pogba tomou uma atitude parecida à de Cristiano Ronaldo, ao tirar uma garrafa da cerveja holandesa da sua frente por motivos religiosos também em uma coletiva de imprensa.

A iniciativa posicionou a Heineken como a marca com o segundo maior número de impressões, com 23% do total. As outras quatro marcas citadas no estudo, mesmo somadas, mal conseguiram alcançar 5% das impressões nas redes sociais.