Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Mais um

PayRetailers é nova patrocinadora da Copa Sul-Americana

Redação Publicado em 19/03/2021, às 19h25

Imagem PayRetailers é nova patrocinadora da Copa Sul-Americana
PayRetailers fechou por dois anos o patrocínio para a Copa Sul-Americana
Divulgação

A empresa de pagamentos on-line PayRetailers é a nova patrocinadora da Copa Sul-Americana, tornando-se o segundo patrocinador específico da competição depois de a MG Motor ser anunciada como apoiadora da competição no início do mês de fevereiro.

Assim como a montadora, a PayRetailers terá um contrato válido por duas temporadas, até 2022, quando se encerra o contrato de licenciamento comercial da Sul-Americana com a agência FC Diez Media, responsável pela negociação (a Conmebol lançou uma concorrência para escolher a agência para o próximo ciclo, do qual a FC Diez poderá fazer parte).

“Tornar-se um patrocinador oficial desta competição é um sonho que se tornou realidade e reflete nosso forte compromisso com a América Latina. Nossa marca agora será capaz de se conectar com muitas pessoas que também amam o futebol assim como nós”, disse Juan Pablo Jutgla, CEO e fundador da fintech.

Segundo o site Sportbusiness, o negócio é na casa dos milhões de dólares. Pelo acordo, a PayRetailers terá marca exposta nas placas de publicidade estática e aparecerá também na geração das imagens oficiais do torneio, bem como nos canais digitais.

Sediada no México, a PayRetailers se especializou em transações digitais no mercado latino-americano. A ideia, com o patrocínio, é conseguir aumentar a base de clientes a partir de ações para o fã.

O negócio representa, para a FC Diez, mais uma conquista na reestruturação comercial da Sul-Americana. A partir desta temporada, a agência tem conseguido ampliar a gama de parceiros do torneio. Até então, apenas os patrocinadores da Conmebol Libertadores ampliavam o investimento para a competição, o que gerava menos receita para a Sul-Americana. Betfair, Qatar Airways, Amstel, Bridgestone e EA Sports são as marcas que estão nos dois torneios.

A partir da temporada de 2021, a competição aumentará de um total de 105 partidas para 157, com times eliminados da Libertadores entrando na competição na fase de grupos e nas oitavas de final. O prêmio em dinheiro total concedido aumentará de US$ 47,2 milhões para US$ 59 milhões.

A meta da Conmebol é que, no próximo ciclo comercial (2023-2026), a Sul-Americana consiga dobrar a receita com patrocínios e tenha uma vida “independente” da Libertadores. Os dois principais segmentos de patrocínio, automotivo e financeiro, já representam esse novo alinhamento da entidade.