Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Joga na Subida

Por futebol feminino, Puma cria quadra inclinada e faz homens jogarem futebol em ladeira

Objetivo da marca é mostrar que, no Brasil, as jogadoras parecem jogar na subida todo dia em busca de investimento

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 13/05/2022, às 11h56

Quadra foi construída com mais de 2 metros de altura na parte mais alta - Divulgação / Betc Havas
Quadra foi construída com mais de 2 metros de altura na parte mais alta - Divulgação / Betc Havas

Apesar do crescimento do futebol feminino no Brasil nos últimos anos, a Puma decidiu colocar em prática uma ação inusitada para chamar atenção para o que ainda considera um baixo investimento na modalidade dentro do mercado nacional. Em parceria com a agência Betc Havas, a marca alemã criou uma quadra inclinada e colocou homens para jogarem futebol em uma ladeira.

A ideia da ação é mostrar que, no Brasil, parece que as mulheres jogam na subida quando o assunto é o investimento feito no futebol feminino. Ou seja, para a marca, mesmo com talento, é difícil desenvolver qualquer coisa quando a dificuldade é tão expressiva. Não à toa, a ação foi batizada de “Joga na Subida”.

Ação da Puma em parceria com Betc Havas colocou homens para jogarem futebol em uma ladeira
Divulgação / Betc Havas

“Sermos parceiros de uma marca como a Puma, que tem a coragem de fazer um projeto fora de formato como esse, é um privilégio. Essa ideia é a representação de uma causa que precisa ser olhada com carinho para mudar de verdade”, destacou Marcelo Ribeiro, diretor de criação da Betc Havas.

O primeiro passo da iniciativa foi a construção de uma quadra de futebol em cima de uma estrutura inclinada, transformando-a em uma subida. Em seguida, times amadores de futebol masculino foram convidados para uma partida no local. Para ajudar a espalhar a mensagem, toda a ação foi filmada e transformada em um vídeo de lançamento de 1 minuto.

Em uma parte do vídeo, ao ver o gramado diferente, um dos jogadores já avisa que o jogo será difícil. Em seguida, é possível perceber a dificuldade dos times em praticar futebol e até se manter de pé. No final, o filme deixa a questão: “E aí? Bora nivelar essa diferença?”.

“A surpresa dos jogadores, ao verem uma quadra com mais de 2 metros de altura na parte mais alta, foi única e ficou ainda maior quando explicamos todo o contexto de que essa era a representação da dificuldade de toda mulher atleta”, contou Victor Castelo, diretor de criação associado da agência.

Para chancelar a iniciativa, a ação contou com a participação da lateral-esquerda Tamires, do Corinthians e da seleção brasileira. Nas próximas semanas, a ideia é continuar com a “provocação”, com a participação de diversos influenciadores e ex-jogadores de futebol.