Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Renovou

Premier League aprova contrato de £ 5 bilhões

Redação Publicado em 17/05/2021, às 04h27

Imagem Premier League aprova contrato de £ 5 bilhões

Em meio à recuperação após a crise do Covid-19, a Premier League decidiu, por unanimidade, manter o acordo de direitos de transmissão que vigorava na principal divisão do futebol inglês pelos próximos três anos. Assim, está mantido o pagamento de £ 5 bilhões (cerca de US$ 7 bilhões ou R$ 36 bilhões) feito por Sky Sports, BT Sport, Amazon Prime Video e BBC Sport para os clubes da elite do futebol inglês.

O acordo segue a aprovação de princípio para a renovação do governo britânico, que, de acordo com relatos da mídia do Reino Unido, está em negociações com a Premier League há vários meses. A aprovação do governo será incorporada a uma Ordem de Exclusão sob a Lei da Concorrência de 1998, que permitirá à liga concluir as renovações sem conduzir seu processo normal de licitação de direitos de transmissão.

A Ordem de Exclusão do governo, de acordo com a Premier League, será conseguida depois de os clubes terem mostrado o impacto prejudicial que a pandemia causou nas finanças do futebol inglês. As renovações para o próximo ciclo de transmissão, que vai da temporada de 2022/23 até o final da de 2024/25, serão concluídas com o mesmo valor geral dos acordos atuais entre a Premier League e seus parceiros de transmissão.

BT Sport é uma das emissoras que manteve o contrato da Premier League
Divulgação

Isso permite, segundo a liga inglesa, a “comprometer-se a aumentar o financiamento” para “segurança e continuidade em toda a pirâmide [do futebol inglês] até pelo menos 2025”.

Antes da pandemia, a Premier League havia se comprometido a doar £ 1,5 bilhão para as divisões inferiores do futebol inglês. Para conseguir a Ordem de Exclusão e renovar os acordos, a liga se comprometeu a investir um adicional de £ 100 milhões nos próximos quatro anos para 1.000 clubes do sistema semiprofissional da Liga Nacional, do futebol feminino e da Fundação de Futebol. A Premier League ainda investirá em projetos sociais, incluindo estudos sobre lesões na cabeça, antidiscriminação e grupos de torcedores.

"Gostaria de expressar nossa gratidão aos nossos parceiros de transmissão por seu compromisso contínuo com a Premier League e apoio à pirâmide do futebol. Agradecemos imensamente o governo em permitir este acordo e por seu apoio contínuo à Premier League e ao futebol inglês. A Covid-19 teve um impacto significativo no futebol e as renovações com nossos parceiros de transmissão do Reino Unido reduzirão a incerteza, vão gerar estabilidade e promover a confiança dentro da pirâmide do futebol”, disse Richard Masters, executivo-chefe da Premier League.