Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Mídia

SBT tem maior vitória sobre a Globo com Palmeiras x Flamengo na Libertadores

Dados consolidados do Ibope mostram que emissora teve a maior diferença da história para a concorrência

Augusto Dalla Vecchia - São Paulo (SP) Publicado em 30/11/2021, às 07h54 - Atualizado às 07h56

Felipe Melo com a taça de campeão da CONMEBOL Libertadores, vencida de novo pelo Palmeiras - Reprodução / Twitter (@libertadoresbr)
Felipe Melo com a taça de campeão da CONMEBOL Libertadores, vencida de novo pelo Palmeiras - Reprodução / Twitter (@libertadoresbr)

A transmissão da vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Flamengo, dando o tricampeonato da Copa CONMEBOL Libertadores ao clube paulista, representou, para o SBT, única emissora a transmitir a partida na TV aberta, a maior vitória de sua história sobre a Globo.

A transmissão da partida decisiva na tarde do último sábado (27) rendeu ao SBT a liderança isolada em todas as 15 praças medidas pelo Ibope no Painel Nacional de Televisão (PNT), registrando uma média de 25,6 pontos com 47% de participação de televisores ligados. Os números representaram uma audiência três vezes maior do que a segunda colocada (Globo) na faixa de horário da partida (das 17h às 19h38).

Segundo o SBT, a transmissão, na medição pelo PNT, representou o maior índice já registrado pela emissora desde 1º de agosto de 2001, quando os dados do sistema de leitura de audiência ficaram disponíveis. Além disso, a vantagem de 203% sobre a Globo foi a maior da história registrada entre as duas emissoras. No horário do jogo, o SBT alcançou 27,4 milhões de lares e 39,8 milhões de pessoas em todo o Brasil.

Além da maior audiência da história do canal paulista na média do PNT, em alguns estados brasileiros a diferença do SBT para a Globo, segunda colocada, foi de mais de sete vezes. Confira abaixo os números da medição nas 15 praças na comparação com a vice-líder Globo durante a exibição da partida:

Manaus (AM) – 39,6 pontos de média contra 4,7 da Globo;
Fortaleza (CE) – 34,2 pontos de média contra 3,6 da Globo;
Vitória (ES) – 33,8 pontos de média contra 5,1 da Globo;
Goiânia (GO) – 30 pontos de média contra 4,3 da Globo;
Belém (PA) – 28,6 pontos de média contra 7,2 da Globo;
Recife (PE) – 20,4 pontos de média contra 10,7 da Globo;
Belo Horizonte (MG) – 20,4 pontos de média contra 10,5 da Globo;
Florianópolis (SC) – 18,7 pontos de média contra 8,7 da Globo;
Curitiba (PR) – 18 pontos de média contra 9,2 da Globo;
Campinas (SP) – 18 pontos de média contra 7,3 da Globo;
Salvador (BA) – 17,5 pontos de média contra 9,8 da Globo;
Porto Alegre (RS) – 13 pontos de média contra 10,9 da Globo;
São Paulo (SP) – 27,6 pontos contra 9 da Globo;
Rio de Janeiro (RJ) – 29 pontos contra 8,6 da Globo.