A seis meses da Copa do Catar, Grupo Globo chega a sete cotas de patrocínio

A Copa do Mundo do Catar 2022 terá início no dia 21 de novembro, ou seja, faltam seis meses para a disputa do evento mais esperado do ano que, pela primeira vez, será realizado em um país do Oriente Médio e entre os meses de novembro e dezembro.

Detentor dos direitos de transmissão tanto para TV aberta (Globo) como para TV fechada (Sportv) com exclusividade, o Grupo Globo vem progredindo no número de acordos de patrocínio fechados para o torneio. De acordo com o Meio&Mensagem, já são sete cotas acertadas até o momento.

Na TV aberta, já fazem parte da lista Ambev (Brahma), Claro, Itaú e Magalu. Já na TV fechada, Ambev (Brahma) e Claro estão, por enquanto, acompanhadas de Betfair, Nubank e Samsung.

O número chama atenção por ultrapassar as seis marcas com as quais o Grupo Globo normalmente trabalha quando o assunto é Copa do Mundo. Na Rússia 2018, por exemplo, as cotas foram de Ambev (Brahma), BRF, Coca-Cola, Itaú, Johnson & Johnson e Vivo. Cada uma pagou R$ 180 milhões à época.

Desde o início das vendas de cotas para o Catar 2022, a Globo não revelou quantas seriam disponibilizadas no mercado, assim como também não divulgou o valor de cada uma. A tendência é que as marcas estejam pagando mais do que em 2018 por conta da inflação e também pelas entregas adicionais acrescentadas ao pacote.