Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Impasse com a BeIN

Serie A espera queda no valor dos direitos internacionais

Redação Publicado em 25/03/2021, às 14h55

Imagem Serie A espera queda no valor dos direitos internacionais
BeIN não entrou na disputa pelos direitos da Serie A.
Crédito: Reprodução

Apesar de ter garantido um aumento em seus direitos de transmissão nos Estados Unidos, a Serie A está esperando que o valor total dos direitos internacionais para o ciclo 21-24 acabe sofrendo uma queda.

O maior impacto é esperado no Oriente Médio e Norte da África (MENA), onde a parceria da Serie A com sua atual emissora BeIN Sports tem sido tensa por causa dos laços cada vez mais estreitos da liga com a Arábia Saudita, apesar dos laços do reino com a operação pirata BeoutQ.

O acordo existente da BeIN por três anos, que assim como a região do MENA cobre a Austrália e a França, vale cerca de US$ 500 milhões, mas a liga confirmou que a rede baseada no Qatar não entrou em licitação durante o mais recente processo de venda de direitos da liga.

"Definitivamente, a oferta vai cair. Uma quantia decente", disse Luigi De Siervo, CEO da liga,  à AP.

"Nosso maior problema é o BeIN. BeIN representa 50% de nosso pacote e eles decidiram não participar de nosso leilão. E eles proibiram todos os seus amigos e intermediários de fazer ofertas para seus países. Portanto, fomos ostracizados pelo beIN, o que torna tudo muito complicado e difícil para nós".

Enquanto isso, apesar de ceder seus direitos americanos à CBS, a Série A mais uma vez falhou para chegar a um acordo sobre seu próximo acordo de transmissão doméstica. Os 20 clubes da liga ainda estão considerando uma oferta de cerca de US$ 1,01 bilhão por ano do serviço de transmissão de esportes DAZN, que está sendo rivalizado por uma oferta US$ 8888,2 milhões da emissora de TV por assinatura Sky Itália.