Futebol

Sevilla estuda comprar times para expansão internacional

por Redação
A
A

Seguindo os passos de outros times, o Sevilla FC abriu as portas para a compra de clubes internacionais em seu projeto de internacionalização. A equipe espanhola está planejando expandir negócios em mercados estratégicos como China, Japão, Índia, Estados Unidos e México.

Neste novo plano de desenvolvimento e inovação que a entidade tem em andamento, destaca-se o firme interesse em fazer a marca crescer em todo o mundo. No campo esportivo, o clube planeja colaborar mais intensamente com outros clubes "e até já pensamos em ter um clube em uma liga estrangeira", disse José María Cruz, diretor geral, em uma reunião com a mídia.

publicidade
publicidade

“Queremos ser mais internacionais através de diferentes canais", reconheceu Cruz, que está trabalhando com sua equipe para "decidir em que mercados precisamos ser mais conhecidos, gerar mais audiência e visibilidade e ser maiores economicamente". Neste plano, ele conta com a Summa Branding, responsável pela nova identidade, e com a Nielsen Sport para medir a saúde de sua marca.

Neste trabalho de fortalecimento, Sevilha anunciará nos próximos dias a assinatura de um acordo de colaboração na Índia. Sem entrar em detalhes, Cruz explicou que é um projeto, "econômico e esportivo que vai além de um clube de futebol".

Outras equipes de futebol já traçaram esse mesmo plano que o Sevilla começa a trabalhar. O City Football Grup, que controla o Manchester City, tem um total de dez agremiações pelo mundo. O clube inglês é a mais importante e o maior patrimônio da empresa.

publicidade
publicidade

Fazem parte também o New York City, dos Estados Unidos, o Melbourne City, da Austrália, o Montevideo City Torque, do Uruguai, o Lommel, da Bélgica, o Girona, da Espanha, o Mumbai City, da Índia, o Yokohama Marinos, do Japão, o Sichuan Jiuniu, da China, e o Espérance Sportive Troyes Aube Champagne, da França. Vale lembrar que todos ou quase todos têm uma equipe feminina, e o Girona tem um B.

Já a Red Bull detém atualmente quatro clubes de futebol: o Red Bull Salzburg, na Áustria, e o Red Bull Leipzig, na Alemanha, além dos New York Red Bulls e o Red Bull Brasil, o nosso Red Bull Bragantino.

publicidade
publicidade

Edição 2020 do Ayrton Senna Racing Day será individual e virtual