Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Campeonato Francês

Uber Eats amplia acordo e terá naming rights da Ligue 1 até 2024

Novo contrato inclui também os naming rights da eLigue 1, torneio oficial de e-Sports da Ligue 1

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 11/11/2021, às 07h58 - Atualizado às 08h00

Uber Eats viu atração da Ligue 1 aumentar com a chegada de Lionel Messi ao Paris Saint-Germain - Divulgação / Ligue 1
Uber Eats viu atração da Ligue 1 aumentar com a chegada de Lionel Messi ao Paris Saint-Germain - Divulgação / Ligue 1

Após substituir a rede varejista de móveis e eletrodomésticos Conforama como dona dos naming rights da Ligue 1 (Campeonato Francês) na temporada 2020/2021, a plataforma de entrega de comida Uber Eats decidiu ampliar o acordo por mais dois anos. Agora, continuará dando nome ao torneio até o final da temporada 2023/2024.

De acordo com o jornal francês L'Équipe, o acerto original, válido para 2020/2021 e 2021/2022, foi fechado por € 15 milhões anuais com a Liga de Futebol Profissional (LFP), que administra o campeonato. Já o novo contrato teria sido assinado por € 16 milhões para a temporada 2022/2023 e € 17 milhões para a temporada 2023/2024.

Além do aumento no valor pago, a ampliação da parceria ainda incluirá os naming rights da eLigue 1, torneio oficial de e-Sports da Ligue 1. Com isso, as campanhas de marketing e os mais de 40 anúncios de transmissão personalizada em torno de jogos e programas, bem como inventário digital, serão levados também para o esporte eletrônico.

“Este fortalecimento da nossa parceria com o Uber Eats confirma a seriedade dos grandes parceiros da LFP, que acreditam no potencial do campeonato e desejam se juntar a nós no seu desenvolvimento futuro. O desenvolvimento dessa parceria nos permitirá continuar o ambicioso projeto com a Ligue 1, oferecendo muitas novas ativações para os fãs de futebol franceses”, destacou Vincent Labrune, presidente da LFP.

Vale lembrar que a Ligue 1, que à época do acordo inicial já tinha como atrativos, entre outros, Neymar e Mbappé, ganhou o acréscimo do seis vezes melhor do mundo Lionel Messi no início da atual temporada. Desde que chegou ao Paris Saint-Germain, o argentino tem sido acompanhado por milhares de fãs do mundo todo, o que alavancou a audiência da competição, tornando-a ainda mais atraente para a mídia e as marcas em geral.