Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Guerra

UEFA mantém punições à Rússia por guerra na Ucrânia, e país está fora da Euro Feminina

País também teve as candidaturas para ser sede da Euro em 2028 e 2032 eliminadas

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 02/05/2022, às 16h51 - Atualizado às 16h55

Seleção de Portugal substituirá a Rússia na Euro Feminina 2022 - Reprodução / Instagram (@uefa_official)
Seleção de Portugal substituirá a Rússia na Euro Feminina 2022 - Reprodução / Instagram (@uefa_official)

O Comitê Executivo da UEFAmanteve as punições à Rússia, em decisão que havia tomado no último dia 28 de fevereiroem retaliação à invasão da Ucrânia. Por conta disso, o país está fora da Euro Feminina, que começará em julho, na Inglaterra.

Para não ficar com uma equipe a menos no Grupo C da competição, a Rússia será substituída por Portugal, adversário que havia derrotado nas Eliminatórias.

A Rússia também está fora das Eliminatórias para a próxima Copa do Mundo Feminina da FIFA, que será disputada de 20 de julho a 20 de agosto de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia. A Rússia estava no Grupo E do qualificatório, que também conta com Dinamarca, Bósnia e Herzegovina, Montenegro, Malta e Azerbaijão. Suspensa, a equipe não disputará seus jogos que faltam e teve anulados os resultados das partidas que já havia jogado. Com isso, a chave prosseguirá com apenas cinco países.

Os prejuízos técnicos da Rússia, no entanto, não param por aí. O país também está fora da Liga das Nações 2022/2023. A seleção russa estava no Grupo 2 da Liga B e ficará automaticamente em quarto lugar nesta chave. Por causa disso, será rebaixado para a Liga C, ficando em 16º e último lugar ao final da fase de grupos.

O prejuízo financeiro com a guerra também será refletido nas competições continentais de clubes. Os times russos estão fora da Champions League, Europa League e Conference Leaguemasculinas e ainda da Champions League Feminina.

Consequentemente, as respectivas listas de acesso das competições de clubes masculinas e femininas foram reequilibradas de acordo com os princípios estabelecidos nos regulamentos de competições da UEFA.

Não bastasse isso, a Rússia receberá um número de pontos de coeficiente equivalente ao número mais baixo que ganhou em qualquer uma das últimas cinco temporadas, ou seja, 4,333 pontos para o coeficiente de clubes do masculino e 1,750 para o coeficiente de clubes do feminino, para fins de cálculo de pontos para a temporada 2022/2023.

Outra punição para o país foi a desclassificação da candidatura apresentada pela União de Futebol da Rússia para a escolha do país-sede das edições de 2028 e 2032 da Euro Masculina.

A eliminação aconteceu por causa do artigo 16.2 do Regulamento de Candidaturas, que afirma que as candidaturas não podem colocar o futebol europeu “em descrédito“. Além disso, o processo de candidatura assegura que o país anfitrião tenha vaga assegurada para a competição. E como não se sabe quando acabará a suspensão da Rússia, ninguém pode garantir que a seleção local esteja apta a jogar.

Por último, a UEFA também informou que seu Comitê Executivo poderá se reunir em caráter emergencial e adotar novas medidas que achar necessárias.