Liga NESCAU

Covid afasta jovens da prática de esportes

por Redação
A
A

A pandemia do coronavírus causou o afastamento do jovem da prática de atividades físicas. Um estudo encomendado pela Nestlé para mensurar o impacto do Covid-19 nos hábitos dos jovens mostrou que a maioria das crianças ficou afastada da prática de atividade física ao longo do ano de 2020.

publicidade
publicidade

O levantamento acabou sendo usado como base para repaginar a Liga Nescau, competição esportiva voltada ao público jovem e promovida pela marca de achocolatado. A pesquisa mostrou que a maioria das crianças vive um período de sedentarismo. Com 500 entrevistados em todas as regiões do país, o estudo concluiu que 72% dos mais jovens não têm feito atividades físicas durante o isolamento. Por conta disso mesmo, 64% dos pais temem a solidão de seus filhos nesse momento.


O receio dos mais velhos não é em vão. Foram identificados entre as crianças sentimentos como ansiedade (57%), tédio (53%), preguiça (38%) e solidão (22%). Metade dos pais respondeu que afirmou estar "muito preocupada" com a saúde mental e física dos filhos no período em que ficar em casa é o mais recomendado.

publicidade

Com base nesse contexto específico da pandemia, a Nescau aposta que o evento anual terá um apelo especial em 2020, já que ele funcionará como válvula de escape de muitas famílias. Por isso mesmo, a expectativa é de 50 mil participantes, mais de três vezes o número daqueles que fizeram parte do encontro em 2019, quando as atividades esportivas foram feitas de modo tradicional, presencial.


"Acreditamos que, ao propor atividades esportivas e lúdicas, com um propósito participativo e competitivo, vamos unir essa garotada, mesmo que, neste momento, virtualmente", comentou o diretor de marketing da Nescau, Abner Bezerra.

publicidade

A Liga Nescau é organizada anualmente desde 2015. Em 2019, com 13 mil crianças, o evento teve o recorde de participações, com atividades realizadas em Recife, Porto Alegre e São Paulo. O objetivo era fazer algo ainda maior neste ano, mas a pandemia forçou uma reformulação dos planos. Com os dados sobre a inatividade das crianças, o planejamento passou para um evento totalmente digital.


Neste ano, os participantes serão desafiados a realizarem atividades em casa, que serão gravadas e enviadas para a avaliação. No mundo on-line, as crianças poderão andar por uma "vila virtual", com uma série de conteúdo educacional, além da participação de atletas embaixadores da marca no país, caso de Falcão do futsal, Tandara, do vôlei, e Flávia Saraiva, da ginástica, entre outros.

publicidade

Edição 2020 do Ayrton Senna Racing Day será individual e virtual