Máquina Talks

Cases de Lyon e Orlando Pride encerram Máquina Talks

por Redação
A
A

O painel de encerramento do Máquina Talks - 1ª Semana do Futebol Feminino vai trazer duas realidades bastante distintas do mercado brasileiro, mas que podem servir de inspiração para quem trabalha no esporte.


CLIQUE AQUI E SE INSCREVA PARA O MÁQUINA TALKS - 1ª SEMANA DO FUTEBOL FEMININO


No dia 4 de dezembro, entre 9h e 10h30, o participante terá acesso aos cases de Olympique Lyonnais e Orlando Pride. O dia a dia do time francês, atual pentacampeão europeu, e do americano, que disputa a NWSL, liga de futebol feminino dos EUA, serão apresentados por dois brasileiros que trabalham dentro dessas equipes.

publicidade

Béatrice Caliani, que trabalha na diretoria técnica do Lyon, vai abordar temas como a estruturação do clube em torno do futebol feminino, falará sobre a competitividade dos campeonatos, o espaço da modalidade dentro da cultura francesa e as dificuldades para a profissionalização do esporte. A equipe francesa ganhou, neste ano, o sétimo título da Champions League, sendo o quinto consecutivo.

publicidade
Cases de Lyon e Orlando Pride encerram Máquina Talks
publicidade

Kotscho, que é vice-presidente de comunicação do Orlando Pride, time em que atua a brasileira Marta, falará também de que forma é trabalhado o marketing dentro do clube e do futebol nos Estados Unidos, como as atletas são elementos importantes dentro da estratégia de massificação do esporte e a realidade da liga americana, que é um dos torneios nacionais mais bem estruturados na atualidade.


O Máquina Talks terá um debate diário sobre aspectos distintos do futebol feminino no Brasil. O evento tem o oferecimento de Banco Bmg e Facebook e conta com o patrocínio de Puma. As três empresas têm investido cada vez mais no futebol feminino. O Facebook exibe o Paulistão feminino. O Bmg é patrocinador de Atlético, Corinthians e Vasco. E a Puma apoia 23 das 27 atletas do Palmeiras.

publicidade

Futebol inicia pressão por nova paralisação