Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Amazon cresce no esporte dos EUA com plataforma da MLB

Gigante do e-commerce exibirá material que não faz parte dos contratos de TV

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 21/03/2019, às 12h55

Imagem Amazon cresce no esporte dos EUA com plataforma da MLB

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (21) que chegou a um acordo com a Major League Baseball (MLB) para exibir a MLB.TV, plataforma criada pela liga de beisebol americana, por streaming no Amazon Prime Video. A MLB.TV possui todo o conteúdo gerado pela MLB e que não faz parte dos contratos de televisão assinados com as principais emissoras dos Estados Unidos.

De uma forma resumida e fácil de entender, a Amazon servirá como uma espécie de TV a cabo, permitindo que os interessados comprem por meio dela a plataforma criada pela MLB. O acordo é semelhante ao que a gigante do e-commerce possui com o NBA League Pass, o PGA Tour Live e o CBS All Access. Em todos eles, os usuários do Prime Video precisam pagar um valor a mais. No caso da MLB.TV, o preço será de US$ 24,99.

Foto: Reprodução

"Será outra grande plataforma de distribuição para os fãs de jogos que estão fora do mercado terem acesso diário ao beisebol ao vivo", afirmou Chris Tully, vice-presidente executivo de mídia global da MLB.

"Os usuários adoram a conveniência de assistir ao máximo de esportes ao vivo. Sabemos que os membros do Prime Video ainda não têm esporte suficiente, e estamos determinados a dar-lhes maior acesso aos jogos da MLB", disse Marie Donoghue, vice-presidente de conteúdo esportivo global da Amazon.

Vale lembrar que, em território americano, a Amazon ainda possui um acordo com a NFL e, com isso, exclusividade nas transmissões do Thursday Night Football, os jogos de quinta-feira à noite da liga de futebol americano. O mesmo ocorre com a Laver Cup, de tênis, e o AVP Pro, de vôlei de praia.

A multinacional ainda tem demonstrado força no Reino Unido, onde oferece diversos torneios de tênis do circuito da ATP em um pacote que inclui um contrato milionário com o US Open, além de um acordo histórico em que fechou um pacote de jogos da Premier League.