Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Ambev renova parcerias com Avaí e Figueirense

Redação Publicado em 29/07/2010, às 19h00

Imagem Ambev renova parcerias com Avaí e Figueirense

Integrantes da lista de times parceiros da companhia de bebidas Ambev, Avaí e Figueirense anunciaram nesta quinta-feira a renovação de seus contratos com a empresa. Os novos vínculos têm validade, respectivamente, de dois e quatro anos. Valores são mantidos em sigilo.

Nos dois casos, a Ambev usa a marca de cerveja Brahma para ativar as parcerias. Essa é a linha de produtos exposta em centros de treinamentos, backdrops e estádios de Avaí e Figueirense.

Os contratos também dão à Ambev o direito de explorar as marcas de Avaí e Figueirense em promoções e ações comerciais. “Sabemos que os campeonatos nacionais e regionais são a base do futebol brasileiro, e por isso estamos estendo a parceria que temos com a seleção brasileira para os clubes, grandes responsáveis pela profissionalização e popularização do esporte”, disse Rafael Pulcinelli, gerente da plataforma futebol na companhia de bebidas.

No Avaí, a renovação do contrato com a Ambev também mantém a parceria do clube com a Pepsi, que tem contrato com a equipe há dois anos. A marca de refrigerantes foi responsável por reformar oito bares no estádio da Ressacada.

A grande diferença é que o clube mudará a marca de cerveja. O Avaí vinha trabalhando com a Skol, que também faz parte do portfólio da Ambev, mas migrará para a Brahma para se alinhar ao projeto de comunicação do grupo para o futebol.

“Ao ampliar toda a confiança que já deposita no futebol, a Ambev fortalece o esporte e os clubes brasileiros. O Avaí é uma prova disso: há três anos estava na segunda divisão e hoje ocupa uma posição muito boa na classificação da série A. Vamos melhorar ainda mais. Sabemos que não vai ser fácil, mas isso sem dúvida está ligado à Brahma e ao crédito que a marca vem dando ao futebol e, a partir de agora, ao Avaí”, avisou João Nilson Zunino, presidente do clube.