Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Americano pode comprar Roma por € 780 milhões

Consórcio texano Friedkin Group fez oferta para James Pallotta por 2/3 das ações do clube

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/01/2020, às 08h59 - Atualizado às 11h59

Imagem Americano pode comprar Roma por € 780 milhões

O bilionário americano James Pallotta está próximo de se desfazer de um negócio realizado há oito anos recebendo oito vezes mais do valor investido nele. Pallotta deve sacramentar, nas próximas semanas, a venda dos dois terços de participação que tem na Roma, equipe de futebol italiana, para o fundo americano Friedkin Group.

O consórcio texano administrado pelo também bilionário americano Dan Friedkin fez uma proposta de € 780 milhões para comprar a participação de 66% que Pallotta tem na Roma.

Em 2011, o bilionário finalizou a compra de dois terços das ações da Roma por US$ 100 milhões e passou a ter o controle do clube italiano. Agora, deverá vender o negócio por mais de oito vezes o valor que investiu inicialmente.

O Friedkin Group, que tem um patrimônio líquido de US$ 4,3 bilhões de acordo com a revista Forbes, possui diversos ativos, como três cadeias de resorts nos EUA, mais de 150 distribuidoras de carros Toyota no mundo, produtoras de vídeos e outros negócios. No esporte, porém, o grupo não tem nenhum tipo de investimento.

Se realmente concretizar a venda de sua participação na Roma, Pallotta sairá do clube italiano sem conseguir seu maior projeto, que era a construção de um novo estádio para a equipe mandar suas partidas.