Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Análise: Neymar pode atrapalhar mercado

Para Duda Lopes, jogador é termômetro para o mercado e não está em boa fase esportiva e comercial

Duda Lopes - Boston (EUA) Publicado em 19/09/2018, às 07h23 - Atualizado às 10h23

Imagem Análise: Neymar pode atrapalhar mercado

Após a enorme crise de imagem sofrida na Copa do Mundo, Neymar deu um passo surpreendente: se mostrou bastante forte no mercado. O principal atleta do esporte brasileiro continuou em evidência entre as marcas, inclusive com a notável derrapada da Gillette com o atleta. Mas ficou a pergunta: até quando ele resistirá aos problemas que tem vivido?

Houve uma certa unanimidade para a questão: quando o bom futebol voltar, as crises ficarão no passado. Mas, ainda que seja cedo para cravar, o início de temporada não é nada animador nesse sentido. Neymar está longe do brilho.

Ele não foi bem em amistosos simples da seleção brasileira e faz um início discreto de temporada com o Paris Saint-Germain. Na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, ele viu Firmino brilhar pelo Liverpool e o Barcelona golear. Dá a impressão de que a escolha pelo PSG não foi a mais adequada. Para voltar a brilhar como jogador de primeiro nível, Neymar precisaria estar em uma liga mais forte e em um time mais organizado.

O problema é que, caso o jogador de fato entre em decadência esportiva e comercial, ele será representativo de todo um mercado que não tem dado certo. Atualmente, poucos são os atletas de futebol que conseguem ter mídia e patrocinadores. Basicamente, estão todos concentrados em Neymar, graças a gerações que não deram certo no Brasil.

As apostas da Copa do Mundo de 2014 fracassaram com o 7 a 1, e nomes antigos ficaram pouco atrativos. A essa situação se soma um ambiente conturbado no futebol, em que o envolvimento de uma marca é quase uma aventura, com escândalos e diversos casos que constrangem todos do mercado.

Por isso mesmo, Neymar tem uma enorme importância como fonte de credibilidade. Dar certo com ele abre as portas para as marcas no esporte. Por outro lado, caso ocorra o fracasso, talvez seja um baque duro demais para quem tem tentado enxergar o futebol como uma plataforma de comunicação efetiva.

Na Copa do Mundo, era importante o triunfo da seleção brasileira para a retomada da empolgação do mercado com o futebol. O título não veio, mas o papelão de 2014 foi colocado um pouco mais longe da memória. Agora, a torcida passa a ser também por Neymar. Torcida para que ele tenha a cabeça no lugar e volte a ser o grande astro que todos esperavam que ele fosse. O esporte brasileiro precisa desse ídolo.