Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Apenas eletroeletrônicos se beneficiam de Copa

Redação Publicado em 07/07/2010, às 08h00 - Atualizado às 11h00

Com a Copa do Mundo da África do Sul, iniciada em 11 de junho e com término previsto para 11 de julho, esperava-se que o comércio fosse aquecido, mas o cenário é negativo na maioria dos setores analisados no levantamento feito pela Serasa Experian. Apenas o segmento de móveis, eletroeletrônicos e informática cresceu em junho em comparação com maio, em 1,5%.

No mesmo período, o setor de supermercados, alimentos e bebidas sofreu ligeiro decréscimo de 0,2%, enquanto combustíveis e lubrificantes caíram 1,1%, materiais de construção, 4,2%, e veículos, motos e peças, com a queda mais brusca, 4,2%. Até o segmento de tecidos, vestuário, calçados e acessórios, possivelmente motivados pela venda de peças verde a amarelas, caiu 2,1%.

Em maio, o maior decréscimo registrado foi de 0,4%, em combustíveis e lubrificantes, enquanto houve melhora de 2,5% em materiais de construção. Entretanto, as quedas de junho são atenuadas se comparadas a abril.

Nesse mês, houve queda de 10,1% em veículos, motos e peças e apenas combustíveis e lubrificantes registraram aumento de 1%. Resta desvendar se a Copa do Mundo foi responsável por tornar os resultados não tão decepcionantes quanto abril ou se derrubou o bom desempenho do comércio obtido em maio.