Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Aporte inglês e Fifa dividem geladeira

Aporte inglês e Fifa dividem geladeira

Guilherme Costa em São Paulo - SP Publicado em 08/06/2010, às 16h00

Para evitar conflito com a Fifa, a Inglaterra dividiu uma geladeira. A equipe brit"nica de futebol é patrocinada por um concorrente direto da Coca-Cola, parceira da entidade, e colocou os dois produtos rivais em prateleiras vizinhas de um refrigerador de seu centro de mídia. A preparação da Inglaterra para a Copa do Mundo de 2010 tem sido feita no Royal Bafokeng Sports Campus, em Rustemburgo, a cerca de 150 quilômetros de Johanesburgo. No local há um centro de imprensa, e esse espaço possui uma geladeira com bebidas oferecidas aos jornalistas. Com exceção do Lucozade, patrocinador da seleção brit"nica, e dos sucos Ribena, fabricados pela mesma companhia, todos os produtos no interior do refrigerador são da Coca-Cola. A Lucozade, fabricada pela GlaxoSmithKline, ocupa uma prateleira intermediária da geladeira. No patamar superior está o Powerade, que é da Coca-Cola. Os dois produtos são bebidas esportivas, têm os mesmos apelos de comunicação e disputam o mesmo segmento de consumo. A Coca-Cola é um dos investidores mais antigos da Fifa. A relação com a entidade começou em 1974, e a companhia é patrocinadora oficial da Copa do Mundo desde a edição que ocorreu quatro anos depois disso. Além disso, a empresa detém placas nos estádios do torneio desde 1950. O Powerade foi lançado em 1990, e desde então tem participação na maioria das iniciativas da Coca-Cola no "mbito esportivo. O produto patrocina as equipes de rúgbi de Austrália, Inglaterra, Irlanda e Nova Zel"ndia, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (com exceção do basquete e do futebol, apoiados pela rival Gatorade), eventos como Nascar e PGA Tour, uma série de comitês olímpicos, o Comitê Olímpico Internacional, a Fifa e a FA (nos últimos três casos, aproveita contrato das entidades com a Coca-Cola). Todos os eventos oficiais da Copa do Mundo são obrigados a usar produtos da Coca-Cola. Uma entrevista coletiva de uma seleção ou empresa patrocinadora, por exemplo, não pode ter bebidas de outra companhia. Em seus campos de treino, porém, as seleções têm direito de exibir patrocínios próprios. Essa é o argumento da Inglaterra para ter Lucozade e Ribena na geladeira de seu centro de mídia. Além da geladeira, a FA (sigla em inglês para a associação de futebol inglesa) oferece aos jornalistas uma mesa com café e produtos de outros patrocinadores, como chocolates Mars. O centro de mídia ainda conta com um serviço completo de catering, mas o restante é pago e as marcas são escolhidas pela empresa ?Two Chefs?, contratada pela entidade. O centro de mídia é a única ação evidente de patrocinadores da Inglaterra na concentração da equipe para a Copa do Mundo. Outras marcas que apoiam a equipe, como Umbro, Carlsberg e Nationwide, aparecem apenas no backdrops de entrevistas coletivas do espaço. A seleção inglesa, ao contrário do time brasileiro, não ostenta patrocinadores em seu uniforme de treino. A exceção é a Umbro, fornecedora de material esportivo do elenco dirigido por Fabio Capello.