Após Paulistas, Grow fecha com Flamengo

Há cerca de um mês, a Grow, empresa que produz brinquedos, lançou o jogo de cartas Super Trunfo com os quatro grandes clubes paulistas: Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos. A fim de expandir os negócios, a marca já quer licenciar outros times, e a primeira equipe fora de São Paulo que fechou negócio foi o Flamengo.

Como a intenção é conseguir os outros grandes clubes cariocas, a Grow segurará o lançamento oficial das cartas flamenguistas para dezembro ou para o início de 2011. O gerente de marketing da empresa, Gustavo Arruda, explica a estratégia: “Começamos com os quatro de São Paulo por causa do tamanho das torcidas e pela facilidade de distribuição. Mas a ideia é ter os principais times do país”.

A história do Super Trunfo no futebol começou há oito anos, quando a empresa fez a versão do jogo com seleções da Copa do Mundo de 2002. Como a aceitação foi satisfatória, a estratégia foi repetida em 2006 e em 2010, com os Mundiais da Alemanha e África do Sul.

Com os clubes, logo houve a intenção de ampliar os negócios. Mesmo com apenas um mês no mercado, as cartas com os times paulistas entraram para as versões mais vendidas da marca Super Trunfo, alcançando os campeões de venda: os licenciados dos desenhos animados Ben 10 e Toy Story.  

A vantagem da investida em clubes de futebol é que o público usual é ampliado para os mais velhos. “As cartas com times atraem também os adultos, porque, além do jogo, elas são usadas como documentos das equipes, já que contam um pouco das suas histórias”, afirmou Arruda.

Nessas novas versões, o confronto é entre os anos mais gloriosos dos times. No caso palmeirense, por exemplo, uma carta é com informações de 1950 e a outra é sobre 1974. O baralho tem várias temporadas.