Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Após suspensão, Bellucci volta às quadras com novo patrocínio

Tenista brasileiro voltará a competir na semana que vem, no ATP 250 de Quito

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 02/02/2018, às 08h49 - Atualizado às 10h49

Imagem Após suspensão, Bellucci volta às quadras com novo patrocínio

Foto: Reprodução / Instagram (@belluccioficial)

O tenista Thomaz Bellucci fechou um novo contrato de patrocínio para a temporada 2018. O novo acordo se dá graças à parceria da Linkinfirm, que gerencia a carreira do brasileiro, com a Angá Asset Management, descrita em seu site oficial como uma “gestora de recursos independente, focada na gestão de Fundos Multimercados, Crédito Privado, Previdência e Estruturados”. De quebra, o tenista ainda recebeu um convite da organização do Rio Open para disputar o torneio entre 19 e 25 de fevereiro. 

“É um voto duplo de confiança, o convite para o Rio Open e o patrocínio da Angá. O meu histórico de 10 anos como número um do Brasil e o retrospecto no torneio acho que contaram bastante. Só tenho a agradecer ao Lui Carvalho (diretor do Rio Open). E voltar com um novo patrocínio, neste momento de recomeço, o da Angá, ao lado da Claro e da Wilson, me dá ainda mais confiança”, declarou o brasileiro. 

Bellucci voltará a competir no circuito profissional na próxima semana, após ficar afastado por cinco meses dos torneios da ATP por ingerir de forma não intencional um multivitamínico com contaminação cruzada (hidroclorotiazida). A suspensão teve início no dia 1o de setembro de 2017 e terminou na última quarta-feira, 31 de janeiro. 

“O patrocínio da Angá é o primeiro dessa nova parceria com o Thomaz, além da renovação com a Wilson e a Claro. Ele se juntou agora ao time que tem o Bruno Soares, o Thiago Monteiro, o André Sá e a Teliana Pereira. Acredito muito no potencial do Thomaz, que já chegou a ser o 21o na ATP, dentro e fora das quadras. É o primeiro passo que damos juntos”, afirmou Marcio Torres, ex-tenista e sócio-fundador da Angá Asset Management.

“Temos certeza de que ele vai dar a volta por cima e jogar em alto nível como, aliás, tem feito há muito tempo, demonstrando não apenas seu talento, mas principalmente sua dedicação, persistência e capacidade de superação. O esporte tem essa magia, consegue espelhar de forma tão intensa os desafios a que todos nós somos submetidos diariamente ao longo de nossas vidas e por isso a satisfação em apoiar o Thomaz, em especial nesse recomeço”, disse Frederico Souza Lima, sócio-fundador da Angá Asset Management.

Na próxima semana, Bellucci disputará o ATP 250 de Quito. Depois, nas semanas seguintes, jogará o ATP 250 de Buenos Aires, o ATP 500 Rio Open e o ATP 250 Brasil Open, todos no saibro.