Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Após três meses, Federer explica troca da Nike pela Uniqlo

Tenista fez escolha por continuação de compromisso após aposentadoria

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/10/2018, às 09h54 - Atualizado às 12h54

Imagem Após três meses, Federer explica troca da Nike pela Uniqlo

No último dia 2 de julho, Roger Federer confirmou especulações que vinham de alguns meses antes e entrou em quadra para disputar o torneio de Wimbledon vestido de Uniqlo. Acabava ali um contrato de 20 anos com a gigante americana Nike e começava uma nova parceria com a marca japonesa pelos próximos dez anos. Agora, três meses depois, o tenista explicou o que o fez mudar de patrocinador.

Foto: Reprodução / Photoshot

De acordo com a imprensa europeia, Federer decidiu fazer a troca por conta da promessa da Uniqlo de continuar com o compromisso após o suíço decidir se aposentar. Aos 37 anos, Federer ainda joga em alto nível, é o atual número 2 do ranking mundial, mas sabe que sua carreira não vai durar para sempre. E a Uniqlo ofereceu um contrato de dez anos. Até lá, é certo que o suíço já estará fora das quadras.

O tenista comentou uma conversa que teve com Tadashi Yanai, presidente executivo da Uniqlo, e John Jay, diretor executivo de criação da marca japonesa, como estopim para a decisão. Foi ali que ele percebeu que a Uniqlo oferecia melhores benefícios pós-carreira que a Nike.

“'Um dia vou me aposentar do tênis, mas não vou me aposentar da vida. A vida vai continuar, e a Uniqlo e o senhor Yanai mostraram que acreditam em mim de maneira muito forte como sendo muito importante para a sua marca, mesmo com a certeza de que meus dias de atleta vão terminar em algum momento”, afirmou o suíço.

O lado financeiro também pesou. Apesar de não haver uma confirmação oficial, nos bastidores fala-se que Federer assinou para ganhar US$ 30 milhões por ano da Uniqlo. O valor é o triplo do que o tenista recebia da Nike.

Agora embaixador global da marca japonesa, Federer ainda reiterou que um dos seus principais objetivos após deixar as quadras é desenvolver o trabalho de caridade iniciado por meio de sua fundação, que visa capacitar e melhorar a vida de crianças em situação de pobreza por meio da educação.

“Algumas crianças não podem ir à escola, apesar de quererem. Outras vão à escola, mas não recebem uma educação de qualidade. É aqui que a Fundação Roger Federer tenta fazer a diferença na região que compreende o sul da África. E a Uniqlo compartilha essa visão comigo”, concluiu o tenista, que é considerado por muitos especialistas como o melhor de todos os tempos.