Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Arquibancada provisória da Copa deixa Rio Open e vai para Olimpíada

Torneio utilizou cadeiras que já haviam sido usadas na Arena Corinthians durante a Copa do Mundo-2014

Erich Beting - Rio de Janeiro (RJ) Publicado em 23/02/2015, às 15h03

Imagem Arquibancada provisória da Copa deixa Rio Open e vai para Olimpíada

O Rio Open, principal torneio de tênis da América do Sul que se encerrou neste domingo teve um pouco de Copa do Mundo nele. As arquibancadas provisórias montadas na quadra central do Jockey Club Brasileiro eram originárias da Arena Corinthians.

“Nós fechamos um acordo de três anos com a IMX para o Rio Open. No ano passado, usamos as cadeiras da Fonte Nova. Agora, foram aquelas que estiveram na Arena Corinthians”, diz Tatiana Fasolari, diretora da empresa Fast Engenharia, responsável pela montagem das arquibancadas.

O uso das estruturas móveis foi um dos trunfos da Fast na Copa do Mundo. A empresa importou um sistema novo de cadeiras e comprou os royalties para trabalhar o produto com exclusividade no país. No Rio Open, as cadeiras brancas de Itaquera foram colocadas em toda a da quadra central, com 6.200 lugares.

Agora, já nesta segunda-feira a empresa começou a dar um novo destino para o material.

“Termina o evento e a gente já começa a levar parte dessa estrutura para o Parque Olímpico. Serão 30 mil cadeiras que vamos montar lá”, conta Tatiana.

Pelo acordo com o Rio-2016, a Fast montará as estruturas provisórias de basquete, lutas e judô. Segundo a diretora, serão as mesmas cadeiras já usadas.

“Fizemos um alto investimento para fazer essa estrutura. Nosso modelo é um pouco mais caro do que o restante, mas até agora o pessoal tem gostado”, afirma a executiva, já planejando o que será feito depois das Olimpíadas.

“Vamos deixar arrumado para usar no próximo evento”, acrescenta.