Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Arsenal aposta em ex-Barcelona e ex-Dortmund para voltar ao topo

Clube londrino não conquista Premier League desde a temporada 2003/2004

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 19/03/2018, às 11h20

Imagem Arsenal aposta em ex-Barcelona e ex-Dortmund para voltar ao topo

Foto: Reprodução

O Arsenal quer voltar a vencer a Premier League após 15 anos. Com esse objetivo em mente, a diretoria dos Gunners decidiu partir para uma espécie de recomeço, visando a temporada que vem e o título que não vem desde 2003/2004. A remodelação já está em andamento e começou fora dos gramados.

Os últimos meses foram intensos pelos lados do clube inglês. Para começar, o Arsenal contratou o catalão Raúl Sanllehí como novo chefe de relações de futebol. Sanllehí chega a Londres após 15 anos no Barcelona, onde reestruturou a área esportiva, mas sofreu um abalo profundo com a perda de Neymar para o Paris Saint-Germain em agosto do ano passado.

No Arsenal, o catalão vai representar os interesses do clube perante as organizações internacionais e negociar contratos e inscrições de jogadores nos próximos anos.

Ao lado de Sanllehí, quem também chegou aos Gunners foi o alemão Sven Mislintat, que trabalhou os últimos 10 anos no Borussia Dortmund. Mislintat é o novo chefe de recrutamento do Arsenal e terá decisões diretas sobre contratações e melhorias na equipe e na infraestrutura do clube.

De acordo com a imprensa britânica, os londrinos veem no alemão um homem que enxergou potencial em nomes não tão famosos, que foram grandes sucessos no Dortmund e que, ao saírem do clube, renderam cifras bastante interessantes. São os casos de Pierre-Emerick Aubameyang (hoje jogador do próprio Arsenal) e Ousmane Dembélé (atualmente no Barcelona). O japonês Shinji Kagawa é outro que o clube alemão deve vender por valores bem altos em breve.

“Identificar e desenvolver o talento é uma parte central da nossa filosofia, e Sven tem um excelente histórico de muitos anos. Esperamos que continue nossa abordagem atual de recrutamento”, declarou o técnico do Arsenal, Arsène Wenger.

Para fechar, o Arsenal ainda contratou Darren Burgess como chefe de desempenho e preparação física. Burgess estava no Port Adelaide Football Club, da Austrália, antes de chegar aos Gunners, mas já conhecia o futebol inglês por ter trabalhado durante três anos, de 2010 a 2012, no Liverpool. Ele ainda foi o responsável pela preparação física da seleção australiana para a Copa do Mundo de 2010.

Todos eles, especialmente Sanllehí e Mislintat, trabalharão em estreita colaboração com Ivan Gazidis, CEO do Arsenal desde 2009. O executivo, um dos fundadores da Major League Soccer (MLS), é responsável pela gestão diária do clube e também representa os Gunners em instituições como a Uefa e a European Club Association (ECA).