Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Asics volta foco para os EUA e abre flagship em Nova York

Loja fica na Quinta Avenida, uma das mais movimentadas de Manhattan

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 20/12/2017, às 11h36

Imagem Asics volta foco para os EUA e abre flagship em Nova York

Foto: Reprodução / Twitter (@ASICSamerica)

A Asics voltou seu foco para os Estados Unidos e em grande estilo. A marca japonesa abriu uma nova flagship em Nova York, justamente na rua mais conhecida de Manhattan, a Quinta Avenida, que, não por acaso, também é conhecida como “Avenida dos Milionários”, por conta da quantidade de lojas, restaurantes, apartamentos e mansões que estão reunidos ali.

Com 185 metros quadrados, a nova loja vai comercializar tênis, carro-chefe da marca, além de todo tipo de roupas e acessórios, tanto da Asics como da Asics Tiger, marca conhecida por ter sido a primeira da empresa japonesa a ser introduzida no mercado norte-americano em 1977. A Tiger vai contar com um novo conceito de distribuição e venda desenvolvido pela marca.

A abertura da loja em um local tão emblemático da principal cidade dos Estados Unidos mostra o foco da Asics em voltar a crescer no país. No entanto, isso não tira a atenção que a marca tem dado à Europa.

Em novembro, a empresa anunciou a abertura de duas lojas em capitais importantes do Velho Continente (Copenhague, na Dinamarca, e Viena, na Áustria). Nos meses anteriores, Milão, na Itália, e Berlim e Colônia, na Alemanha, também haviam se tornado cidades com novas lojas da marca.

No entanto, as duas maiores lojas foram abertas em duas das principais capitais europeias. Em Paris, a marca japonesa ocupou um espaço de 450 metros quadrados divididos em três ambientes que era da Nike no distrito de Les Halles, um dos mais famosos da capital francesa.

Já em Londres, no início de agosto, abriu sua maior loja em todo o mundo. O local escolhido foi a também famosa Regent Street, no centro da capital inglesa, onde os japoneses investiram em um espaço de 840 metros quadrados.

Nos próximos três anos, há planos da Asics de abrir cerca de 70 lojas na Europa, o que deixaria a marca com mais de 100 lojas próprias no Velho Continente.

Tanto o retorno do foco aos Estados Unidos como a tentativa de expansão na Europa parecem parte de uma estratégia da marca para melhorar os números conquistados em 2017. Entre janeiro e setembro, a Asics teve um volume de negócios de pouco mais de 2,4 bilhões de euros, 1% menos que no mesmo período de 2016. O lucro operacional também caiu e chegou a quase 203 milhões de euros, 3,5% menor do que no ano anterior.