Até escoteiros faturam com milésimo

Não são apenas Romário, Vasco e os adversários do clube carioca que faturam com a expectativa do gol mil. Um grupo em particular também tem conseguido lucrar com o feito do atacante. Os escoteiros, que têm parte da receita líquida de cada jogo do Rio de Janeiro destinada a eles, conseguiram uma considerável receita nos últimos jogos. Com as três partidas realizadas no estado, os escoteiros ganharam um total de R$ 13.291,21. Contra o Flamengo esse número foi de R$ 4.884,73, no confronto com o Botafogo subiu para R$ 6.381,72 e na partida frente ao Gama o grupo lucrou R$ 2.025,12. Porém, entre os consignatários, os escoteiros não são os que ganham mais. A Fundação Garantia dos Atletas Profissionais (Fugap) levou, no total, R$ 26.582,43, enquanto a Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro (Acerj) ganhou R$ 6.645,61. Todas essas receitas estão atreladas à porcentagem da receita do jogo.